Sua religião também pode ser o seu coração

Tudo bem você ter sua religião. Tudo bem você seguir uma doutrina. A vida é sua e ninguém precisa interferir nisso. Só não ache que todo mundo deve seguir o mesmo caminho, tampouco condene àqueles que seguem caminhos opostos. As nossas subjetividades nos fazem ter formas diferentes de nos encontrarmos. Onde você encontra sua paz, pode ser o mesmo local de tormento para o outro. Religião é isso. Singularidade. Limites de cada um. E não ter religião não é sinônimo, nunca, que o mal habita um coração.

Por isso, digo, não sou católica, mas oro para Nossa Senhora Aparecida e gosto muito dela. Não sou do candomblé, mas aceito todos os axés que me desejam e não chuto uma macumba quando encontro por ai. Não sou evangélica, mas quando algum evangélico me diz “Jesus te ama”, eu falo “amém” e é de coração. Não sou espírita(embora seja a doutrina que mais me identifico), mas acredito que as coisas não se encerram por aqui, creio em reconhecimento de almas, energia e anjo da guarda(nosso mentor). O que quero dizer é que, não tenho religião, mas tenho amor no coração. Procuro ter pudor com o que falo e faço.

Seria mais fácil se as pessoas entendessem que ter religião e estar frequentemente no local sagrado de cada uma, não é sinônimo de ser uma boa pessoa e não dá o direito de desrespeitar o outro. Por favor, não me venha dizer que fulano ou sicrano vai para o inferno por ter tal religião. Poupe-me!

Eu quero saber é de gente do bem, que tem sensibilidade e empatia. Que olha para o seu próximo com, no mínimo, pudor. Que deseja o bem e o faz também. Amém. Aleluia. Axé. Paz. Não importa como seja dito, eu só te desejo um caminho iluminado e uma vida leve.

Imagem de capa:  CRStudio

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Ana Luiza Santana
"Estudante de psicologia, nascida no Pernambuco, mas escolhida pela Bahia(amo). Intensa por naturalidade e louca por amor. Completamente apaixonada por abraços apertados, sorrisos e pessoas de aura leve e energia positiva."

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here