Para seguir adiante, saia da sua própria prisão

Há situações em que parece que não há como seguir adiante, em que tudo se complica e se une para não fazer você levantar a cabeça. No entanto, muitas situações apenas são complicadas na medida em que as vemos desse jeito. Seguir adiante é fácil quando você se atreve a sair de sua própria prisão.

É comum ver as pessoas exagerando sobre tudo o que lhes acontece e ficando nervosas por não terem sob controle o resultado de cada decisão que tomam. Saber como serão as coisas antes de começar ou preparar o futuro breve – ou pelo menos tentar – é para muitas pessoas uma frustração constante da vida. Mas é realmente necessário complicar tanto o presente para deixar previsto tudo o que virá?

A vida pode ser muito mais simples e nem por isso sem oportunidades. Tentar subjugar e controlar tudo é uma missão impossível, nos privando de grandes momentos e da possibilidade de encontrar, conhecer e surpreender a nós mesmos.

Ouça, pare de resistir e confie no caminho

A vida tem muito mais para dar do que a sua mente pode conceber. Por que nos fecharmos na prisão que envolve controlar e planejar absolutamente tudo? Não se trata de ir sem direção ou consciência, mas de deixar a porta aberta para que a sorte disponha, porque irá dispor de maneira igual. Assim, se for ruim, podemos escolher na maioria das vezes entre sofrer ou enfrentar.

Mas, como identificar esse caminho? Ouça e ele lhe dará a pista. Se você for capaz de ser sincero, de silenciar as vozes que lhe dizem o que você precisa fazer ou que te indicam o que é [politicamente] correto, você poderá ouvir sua voz interior. E quando sentir que precisa fazer algo fora do plano, algo diferente, não resista. Explore o que a sua voz interior exige. Decifre isso que você precisa e ache uma maneira de fazê-lo, dentro das suas possibilidades.

Mas acima de tudo, confie no caminho. Só assim você pode desfrutá-lo e aproveitá-lo. Só então você encontrará o meio de expressão de que você precisa para transmitir suas emoções e sentimentos, para crescer, ser você mesmo e seguir em frente.

Você tem a chave da sua prisão

Muitas vezes todo o nosso potencial se contrai em uma prisão da qual nós mesmos temos a chave. Mas, por que fazemos isso? Por que projetamos uma vida que corta nossas asas ao invés de manter o voo? Por que, tendo um potencial tão grande, nos submetemos a uma vida medíocre?

A verdade é que a ideia de viver com tudo controlado e planejado parece muito confortável. No entanto e ao mesmo tempo, estar cômodo pode ser muito traiçoeiro. Para abrir as portas de sua cela, comece por se livrar dessa visão estreita que não lhe permite olhar e seguir adiante, que não te deixa contemplar todas as oportunidades que lhe são apresentadas.

É verdade que essa acomodação geralmente vem de experiências passadas. O sofrimento e a dor carregam nossa mochila emocional com medos, complexos e crenças limitantes. Mas, que tal você transformar essa pesada mochila emocional em uma caixa de ferramentas?

Você tem a chave… e o poder para abrir a porta e seguir adiante

Uma coisa é saber que você tem a chave, e outra bem diferente ter a coragem de usá-la para abrir a porta e sair. O medo se esconde por trás de cada decisão que tomamos. O medo do fracasso, do desconhecido, de não sermos suficientemente bons, de confundirmos o nosso caminho ou de sermos julgados, nos freia.

No entanto, não fazer nada é a melhor maneira de ter remorso, de morrer sem ter vivido. Você tem medo de falhar, mas não tem medo de perder a oportunidade de ter sucesso? Tem medo de errar e não de perder uma boa ideia? Tem medo de ser julgado, mas não tem medo opinião que você terá de si mesmo no futuro?

Não deixe que o medo guie suas ações e você nunca irá se arrepender de ter tomado uma decisão importante. Mesmo se você falhar, mesmo se você errar… Cada passo é importante no seu crescimento pessoal. Cada passo irá aproximá-lo dos seus objetivos – mesmo que esse passo seja um erro – e lhe dá a oportunidade de dar lugar à sua liberdade para tomar decisões corajosas.

Explore além da sua zona de conforto para seguir adiante

Sua prisão é sua zona de conforto. Nada o retém lá. Saia e se abra para o mundo. Sua zona de conforto continuará onde você a deixou se precisar voltar. Lembre-se de que você tem a chave. Você é livre para sair e também para voltar a entrar.

Você tem que correr o risco que supõe colocar um pé fora, e depois outro. Se você acha que está fazendo o que é certo, corra esse risco. Você não precisa se jogar de repente se não estiver pronto. Faça passo a passo. A medida que o fizer, se sentirá muito mais seguro e, acima de tudo, muito melhor com você mesmo.

A incerteza diante do risco desempenha seu próprio papel. À medida que você se acostuma com essa incerteza, à medida que você aprende a gerenciá-la, o medo dará lugar à curiosidade e ao desejo de seguir adiante e ir cada vez mais longe.

Fonte indicada: A Mente é Maravilhosa

Imagem de capa: monika3steps, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here