Namorar é escolher morar no outro

É não sentir vergonha ou medo de se declarar. É decidir que aquela pessoa merece os sentimentos e pensamentos que você carrega. É muito mais do que trocar o status e publicar várias fotos de momentos a dois. Namorar é uma escolha que não implica em perdas.

Namorar é saber navegar pelos defeitos do outro. É sobre entender que ninguém é perfeito e que vocês podem ficar muito bem juntos se souberem admirar as qualidades que cada um emana. Porque não importa o tanto de tempo que passe, sempre haverá alguma coisa diferente para ser descoberta da pessoa com quem você está. Namorar é ter empatia pela história do outro.

Namorar é saber respeitar espaços e não criar caso com isso. É dedicar carinhos, mas também ouvidos. É ter paciência e preocupação com a felicidade de quem você escolheu para trilhar uma jornada. Porque ninguém nasceu obrigado a ficar com ninguém, mas quando você se permitiu abrir um lado da sua vida para alguém, você escolheu fazer o possível para que ela seja bem-vinda. Namorar é um laço que não foi feito para machucar.

Namorar é estar em paz consigo. É estar com disposição de querer construir um mundo compartilhado. Sem egos, sem prisões e, principalmente, sem proibições. Porque quem realmente quer passar uma vida inteira ao lado de alguém, não mente, não inveja e nem sabota o outro. Namorar é ter um sentimento genuíno de satisfação em ver quem você se importa conquistar sonhos.

Namorar é ter parceria nas loucuras. É somar sorrisos nos dias difíceis. É não desistir de dar o melhor para o outro. Porque se namorar é o resultado de que é impossível ser feliz sozinho, então que sejam feitos os devidos arranjos no coração. Namorar é amor sem peso.

Namorar é escolher morar no outro. É amor e lar. É um dia de cada vez até o próximo dia.

Imagem de capa: Vladyslav Spivak, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Guilherme Moreira Jr
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here