Eu não tenho problemas em perdoar, mas sim em confiar de novo.

Há quem diga que perdoar é esquecer. Eu discordo totalmente dessa frase. Para mim perdoar é lembrar sem sentir mágoa, rancor, ou sentir que aquilo que te feria continua a doer. É difícil e leva tempo, mas quando conseguimos sentimos uma paz imensa.

Depois de muitos tombos em amizades eu fiquei um tanto que calejada. Tenho medo de confiar novamente, de partilhar meus segredos, de contar as minhas loucuras. Quantas pessoas passaram pela minha vida e se mostraram ser amigos de verdade daqueles que a gente conta tudo e no final esse alguém usa de mentiras para lhe magoar. Quantas vezes achei que a pessoa que partilhava o dia a dia comigo era mesmo meu amigo, mas na primeira oportunidade provou ser o contrário. Doeu muito perceber tudo aquilo e por mais que doesse eu sabia: Era preciso perdoar. O perdão liberta não quem precisa ser perdoado, mas quem precisa perdoar.

Depois de muito tempo eu compreendi: Ninguém está livre de errar. Mas confesso que alguns errinhos nos deixam com um pé atrás. Mentiras destroem qualquer relacionamento seja ela qual for desde aquela ocultada no preço que você gastou no mercado até de onde você estava quando o (a) seu companheiro (a) te ligou. Mentiras são como analgésicos, no momento do ápice, do problema, quando você não consegue dizer a verdade, por medo de doer, você vai lá e solta aquela mentirinha inofensiva a princípio. No momento as coisas até acalmam, mas logo volta a doer e ás vezes até mais do que antes.

Nunca fui aquela pessoa que tem uma dificuldade imensa de perdoar, mas tenho sérios problemas em confiar novamente. Sou pé atrás, tenho receio de me magoar novamente. Já dei tantas “chances” e oportunidades e sinto que as pessoas não valorizaram nenhuma delas. Continuam na promessa do “eu vou melhorar” ou “isso não irá acontecer novamente”, mas na primeira oportunidade estão lá fazendo a mesma coisa de sempre. Eu desculpo e perdoo como quem precisa disso para não se machucar ainda mais, porém confesso: Demoro a recompor a confiança.

Penso que se as pessoas prezassem mais pelas amizades e por mantê-las as coisas seriam mais fáceis. A verdade é que não medimos nossas atitudes e as proporções delas na vida do outro. A sensação que tenho é que as pessoas sabem que no final eu irei perdoar. Elas se asseguram na ideia de que independente do que aconteça eu não irei virar a cara, deixar de falar, tratar mal esse alguém e assim por diante. E é se ancorando nessa “bondade” vista por muitos por aí que algumas pessoas escolhem pisar na bola um milhão de vezes e simplesmente mostram ao mundo que: Não querem mudar.

Depois da mentira, depois do engano, depois da traição, depois das falsas promessas é difícil confiar novamente, é difícil dizer que agora as coisas vão ser diferentes quando o outro continua fazendo tudo exatamente igual. Acredito que o que precisamos para confiar novamente não são palavras, mas sim atitudes que nos mostrem e nos deem a segurança de que: vale a pena confiar novamente.

Imagem de capa: Rawpixel.com, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Thamilly Rozendo
Estudante de psicologia, apaixonada por artes, música e poesia. Não dispensa um sorvete e adora um pastel de feira com muito requeijão, mesmo sendo intolerante a lactose. Tem pavor de borboletas, principalmente as no estômago.

3 COMENTÁRIOS

  1. Gostaria da sua opinião, quem quiser pode comentar. Pode ser sinceros!

    Quando ficava com minha namorada (ela tem 32 e eu 26) ela perguntou se eu tinha algum tipo de contato com minha ex namorada, eu disse que não, perguntei o mesmo a ela, e ela disse que também não, ela dizia que era só minha, dai com passar do tempo ela disse, porque não namoramos, antes eu não queria namorar, mais por ter visto nela uma pessoa legal, que dizia que era só minha, eu quis, começamos em setembro a namorar. Nos primeiros dia de namoro, em um dia qualquer ela tinha ido ao banheiro e dai por curiosidade vi o whatsapp dela, dai vi um contato dela, que tinha conversa do mês de março a agosto, onde um rapaz salvo apenas com a letra ‘C’ conversava com ela e mandava foto dele nu, ela mandou fotos, algumas vezes pra ele também, dai inventei uma história e disse a ela que ligaram pra ela e disse que foi uma pessoa com nome ‘c’, perguntei a ela quem era, ela disse que poderia ser a prima dela chamada Carla, dai eu abrir o zap e mostrei a foto do rapaz ela disse que era um amigo de um amigo dela, dai mostrei a conversa onde tinha nudes e disse a ela que por ela ter mentido no começo do relacionamento daquela forma eu ia terminar, dai ela chorou e disse que era um ex dela ( no futuro depois eu descobrir que era um ex de 3 anos atrás dela, ela passou 2 anos com ele e ele está casado a 3 anos, ficou com outra logo quando ele terminou com ela) , e que não tinha mais nada, ela falou outras desculpas sem importância sem sentido, e pediu desculpas e pediu uma chance, fiquei mal porque ela dizia que era só minha e pela mentira, mais dai dei outra chance, mais não fiquei bem, quis saber mesmo se era mesmo o ex e se ela era a pessoa que realmente mostrou antes, enchi o saco dela perguntando e com desconfianças, ela me deu senha de face… e eu hackiei o zap dela sem ela saber, no face teve nada mais o zap ela tinha me chingado uma vez pesado a amiga, disse ela que era muita falta sorte, que só poderia ser com ela mesmo, que eu era “um fudido e doido ninguém merece”, dai por ter visto me chatiei pelo chingamento, e quando eu perguntava a ela, até antes desse xingamento se estava tudo bem, mesmo eu enchendo o saco dela, ela dizia que sim, depois do ocorrido do xingamento perguntei se estava tudo bem, e ela respondeu que estava, dai entreguei a ela que eu a hackiei e o fato ocorrido, ela pediu desculpas novamente e deixei pra lá, dai um dia qualquer ela me enviou pelo zap o print de uma mensagem de SMS do ex (Que já é casado a 3 anos) entrando em contato com ela, ela me enviou e disse que ele já havia entrado em contato antes e ela tinha dito pra ele não a procurar(me perguntei porque não me avisar que ele tinha ligado e enviado mensagem antes?), eu disse a ela, que queria o número dele, dai ela disse que tinha excluido a mensagem e de fato vi que tinha excluido mesmo, e ela disse que me daria o número se ele entrasse contato de novo, no celular dela além de ter chamadas perdidas, executadas tinha a parte de número em mensagem recebida, anotei o número dele e deixei o registro do número dela lá pra ver a reação dela, depois de uma semana ela deixou eu pegar o celular dela como sempre, e vi que ela tinha apagado, perguntei o porque, ela disse que tinha apagado um número qualquer, porém forcei mais, e ela disse que tinha medo que ele falasse mentira pra mim, dai me estressei na hora e disse que já era pra ter resolvido isso a muito tempo, e pedir pra ela ligar pro ex e resolver, (isso foi sábado pela noite), ela disse que não ia ligar , que ia ligar no outro dia pela manhã sem falta, eu me estressei mais ainda porque ela não quis fazer o que eu queria (pra não prejudicar ele, com a mulher dele claro…segundo ela me disse depois que, mesmo que ele tenha a tratado mal, não queria retribuir na mesma moeda), por ter mentido, e liguei do meu no viva voz, ela falou com ele no telefone, onde eu que iria falar, ela disse a ele que já tinha dito a ele pra não a procurar mais, dai ele disse tudo bem e desligou o telefone, dai eu disse a ela que ele não acreditou, e ela disse que ia mandar uma mensagem ( algo que eu havia sugerido antes ), ela enviou dizendo que se ele entrasse em contato novamente iria falar com a mulher dele, a mulher dele viu a mensagem, retornou a ligação e a minha namorada entregou a situação a ela depois de uma breve conversa onde a mulher dele teve que ligar duas vezes seguidas para a minha namorada contar o caso a ela (Depois do ocorrido a mulher dele aceitou ele mesmo depois dele ter feito isso). Dai fiquei muito mal… onde eu estava recuperando a confiança… houve essa situação novamente… mais tentei zerar tudo e recomeçar como ela pediu, mais não consigo esquecer a atitude dela, ela tenta dar atenção e ser paciente, me ouvir e ficar junto…
    Ela disse que não é que ela sinta algo pelo ex, apenas não soube lidar com a situação e acabou me prejudicando e se prejudicando pela consequência da ação dela.

    Mais não consigo ficar bem pelo fato de ter sido colocado numa situação menos importante que o ex, penso em que um dia ele entrar em contato com ela, ela irá ceder novamente e me trair… o que você acha? me ajuda! Termino com ela, ela não merece mais chance? ou agora eu é que estou errado por nao esquecer e tentar ficar bem? Você perdoaria ou não? Podem ser sinceros!

    • Bom li a historia, me perdi um pouco , acho que na boa se a sua namorada estivesse arrependida mesmo do que ocorreu lá no inicio as coisas não teriam chegado a esse ponto que chegou ..Vacilar uma vez por conta de carência,inicio de relacionamento,não é normal mas se rola sentimento pode ser perdoável agora se vc gosta de alguém vc não trata a pessoa como fudido, certo?
      Intão na boa se resolve primeiro as vezes vc esta com ela por outros motivos que nem seja amor ..eu me conhecendo se fosse no meu caso ..ja ia pegar andando a muito tempo ..iria sofrer sim , claro ..mas isso passa e depois que a lucidez toma conta da gente Damos graças a Deus ..por acordar pra vida.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here