Amar, respeitar e perdoar. A fonte da felicidade plena.

“A felicidade é um princípio; é para alcançá-la que realizamos todos os outros atos; ela é exatamente o gênio de nossas motivações.”

A eudaimonia – palavra que vem do grego – é toda doutrina que considera a busca de uma vida plenamente feliz. A busca por esta felicidade plena está conectada a todas as coisas que você realiza pelo simples fato de amar aquilo que faz.

• Amar

Amar é o sentimento mais leal que se pode carregar por uma vida inteira. Sentimento demasiadamente importante para uma vida feliz. No amar encontramos a razão do existir, e consequente a isto, encontramos algumas respostas para alguns questionamentos de nossa existência. Tantos filósofos tentaram dissertar sobre o amor, e hoje, em pleno século XXl, ainda não se sabe explicar a intensidade deste sentimento. Pois para cada um, o amor tem uma intensidade diferente. Saber amar e ser amado é o primeiro passo para a felicidade plena, é saber sentir o que se passa dentro do coração, e mesmo que não se saiba explicar, o respeito por sentir este sentimento é quase – me perdoem o termo – uma obrigação.

• Respeitar

Respeitar é um ato quase escasso nos dias de hoje. O respeito também demonstra o amor como um sentimento positivo a outra pessoa. Amar e respeitar são como irmãos que andam sempre juntos e jamais caminham separados. Aqueles que sabem a importância de respeitar algo ou alguém, tem em seu coração a sabedoria de quem sabe que o respeito é a base de tudo aquilo que sustenta o amor. Sábios são aqueles que sabem a suma importância deste gesto e o carregam consigo independentemente de qualquer situação.

• Perdoar

Perdoar é um ato de libertação muito poderoso, mas também muito difícil de realizar. Nem sempre estamos dispostos a perdoar alguém, porém, encontramos o amor e o respeito dentro da gente nos trazendo uma força interior para o perdão, o que o torna uma atitude ainda mais valiosa. “Errar é humano, perdoar é divino.” Perdoar trata-se de não guardar rancor dentro do seu coração. Trata-se de saber a importância de escutar o outro e saber que quem perdoa, carrega consigo o amor e o respeito no coração. O fato de perdoar a outra pessoa tem muito mais a ver com a sua resposta do que com o que o outro fez. Perdoar não é esquecer, mas entender que o outro errou e aquilo poderia ter acontecido com você de alguma forma. Escolher perdoar alguém é um ato de coragem e uma escolha apenas sua. Como diria um dos grandes sábios:

“Perdoar é o valor dos corajosos. Somente aquele que é bastante forte para perdoar uma ofensa sabe amar.”
-Mahatma Gandhi-

Para concluir este meu pensamento sobre a facilidade, cito aqui outro grande pensador;

“A felicidade é o estado que se tornou perfeito através da reunião de todos os bens.”
(Amar,respeitar e perdoar)
– Boécio

Imagem de capa: Yuliya Yafimik, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Pedro Ficarelli

Apaixonado pela poesia feminina. Acredito fielmente que o amor seja o infinito que resolveu morar no detalhe das palavras. Muito prazer, eu me chamo Pedro Ficarelli, e escrevo com o único intuito de pôr palavras onde a tua dor se faz insuportável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here