A mulher mais doida que passou pela sua vida

Gosto de pensar que sou a mulher mais doida que passou pela sua vida. Na dúvida, melhor não perguntar. Eu não sei dar sossego a ninguém, nem a mim mesma. Juro que, de monótono, a nossa vida a dois não terá nada. Faço promessa daquilo que já foi, e do que ainda será. Acho que o tédio mora no lar dos solteiros, penso mesmo de cabeça pra baixo. Não sei seguir manual publicitário, sorriso colgate. Tenho preguiça. Toda saidinha, o mesmo sujeito (ou sujeita) com a cara diferente e o semelhante papo ensaiado de flerte. Acho transa casual repetidamente igual. Gosto da ilhas não habitadas no seu corpo que ainda não descobri. Gosto do nosso cheiro diferente de cada suor, apesar de conter o mesmo sal. Gosto de ser doida porque foi a maneira mais saudável que consegui lidar comigo mesma. Por não ser uma opção ser de outro jeito. E você me amou com mesma intensidade que me repudiou pela minha loucura. Eu sou doida, moço. Eu bem que tentei te avisar. Você não quis ouvir, me bebeu, me tragou, me engoliu tão depressa que já anoiteceu de ressaca. Bebida forte, você repetiu a dose. É com a mesma verdade que te digo no mesmo mês que te quero, e depois não mais. Eu ainda não aprendi a mentir como aprendi a dar porrada. Faça um filho comigo, me cubra à noite, amanheça comigo, me deixe dormir coberta só pelos meus pelos, sem filhos. Não quero incomodar ninguém de manhã. Mordo toda quarta-feira, beijo aos domingos. Todo dia é um outro você, assim como sou outra eu pra você. Já descobriu que sou bruxa e não fugiu. É, moço… Você não sabe, mas todo dia vivemos uma versão diferente de nós mesmos. O hoje é sempre a melhor versão. Ontem morreu de velho, amanhã só sabe de sonho. Gosto de pensar que sou a melhor versão de mulher doida com você. Na dúvida, melhor perguntar.

Imagem de capa: Stock-Studio, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Maria Gabriela Verediano

Mariabonita-MariaQuitéria-MariaMadalena-MariadoCarmo-MariadoBairro Mariavaicomasoutras.Maria.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here