Vai doer agora, mas se eu ficar vai doer sempre.

Eu sei. Vai doer, mas será melhor assim. Você para o lado de lá e eu para o de cá. É que essa situação não está dando mais certo. Nós dois sabemos bem. Esse lance de hoje sim, amanhã talvez e depois de amanhã não, cansa. Maltrata. Dilacera. Essa coisa de te ter agora e daqui a pouco ver você sair por aquela porta cheio de dúvidas e incertezas, acaba comigo.

E eu cansei de ser destruída dessa forma. Cansei do que não me dá um minuto de descanso. Cansei de pisar em ovos e ficar a mercê de um tempo seu e de todas as suas vontades inconstantes e levianas. Cansei de ser para você um tapa buraco. Passa tempo. Reserva. Ou sei lá como você me enxerga. Talvez você até sinta algo, mas talvez não seja homem o suficiente para assumir seus sentimentos e largar com esse joguinho de desapego e desinteresse.

Mas talvez você, realmente, não sinta nada e só me use para satisfazer suas vontades carnais e, vez ou outra, receber uns carinhos e atenção que te aliviam a carência. Tudo bem… Mas agora eu quem vou sair por aquela porta sem hora para voltar. Aliás, voltar não faz mais parte dos meus planos. Eu vou com o coração sangrando e rosto lavado de lágrimas, mas vou com a certeza de que se eu continuar aqui, será muito pior.

Dei um basta nessa situação e espero que você não me procure, mesmo se um arrependimento bater à sua porta. Porque você me teve como nenhum outro, mas agora me fez ter uma coragem de buscar o melhor para mim e permanecer longe de você como nunca tive. Eu mereço alguém que some coisas boas em minha vida e, sem dúvida alguma, você só subtrai tudo de bom que eu tenho a receber. Adeus!

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Ana Luiza Santana
"Estudante de psicologia, nascida no Pernambuco, mas escolhida pela Bahia(amo). Intensa por naturalidade e louca por amor. Completamente apaixonada por abraços apertados, sorrisos e pessoas de aura leve e energia positiva."

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here