Não se renda, a força para continuar está no seu interior

Onde está a vontade de continuar lutando quando acho que já cheguei ao fundo do poço? Por que ainda tenho forças para continuar em frente apesar de acreditar que não vou superar o que vier depois? Será que a minha força é maior do que eu acredito? Essas podem ser algumas das perguntas que nos fazemos quando o sofrimento nos invade.

A força humana e a capacidade de superação e de sobrevivência que temos é uma coisa incrível. Estamos preparados para suportar mais dor do que acreditamos e para continuar encontrando motivos mesmo quando nossas forças fraquejam e tudo se torna escuro para continuar caminhando. Às vezes, sem saber como nem quando, nos encontramos construindo nosso caminho apesar da profunda dor que sentimos por dentro. Nossa capacidade de resiliência não tem limites.

Mas, de onde vêm essas forças que nos recompõem? Seu lugar de abrigo é o nosso interior, o que acontece é que às vezes estão mascaradas dificultando seu encontro, e outras vezes se mostram sutilmente. Seja como for, essas forças estão aí de um modo ou de outro, mesmo quando precisamos de ajuda para saber como utilizá-las ou fazê-las aparecer.

Nosso instinto de sobrevivência é responsável por ativá-las, junto a todos os nossos recursos para nos impulsionar a superar qualquer situação extrema que enfrentamos. Mas, para isso, precisamos escutar nossas emoções com o objetivo de decifrar o que nos pedem e agir em conformidade.

Não se renda: encontre sua força

“Não se renda, por favor não ceda,

Ainda que o frio queime,

Ainda que o medo morda,

Ainda que o sol se ponha e o vento se cale,

Ainda há fogo na sua alma,

Ainda há vida nos seus sonhos,

Porque cada dia é um começo,

Porque esta é a hora e o melhor momento,

Porque você não está sozinho

Porque eu amo você.”

-M. Bennedetti-

Quando dor invadir seu corpo e você achar que não tem mais nada a fazer, não se renda e continue lutando. Continue encontrando um porquê para todas as suas perguntas e, se não conseguir, procure um para quê. Porque isso é a vida, levantar e continuar, não parar de se esforçar e aprender com cada erro que cometemos, escutando e sentindo nossas emoções.

Pode ser que não encontremos motivos hoje, mas quem sabe se amanhã você não vai encontrar? Cada dia é uma nova história e mesmo que às vezes você não possa decidir como terminá-la, você pode decidir como vai ser o novo começo.

Siga em frente! Respire, encha de ar os seus pulmões, pule e voe. Se precisar ir para trás, que seja apenas para pegar impulso, tecer suas asas e se fortalecer graças ao aprendizado de tudo o que já viveu. E quando estiver preparado/a, atreva-se a saltar. Não deixe de lutar porque você possui todas as forças e os recursos para enfrentar o que vier, você apenas precisa encontrá-los.

Então, não se esqueça de se permitir esses dias para se encontrar com sua solidão e dar um espaço a suas tristeza e medos, eles também são necessários, para em seguida se levantar e perceber todo o seu potencial.

Não se renda: você não está sozinho

Se após a dor você continuar sem se sentir forte, fique tranquilo/a, você não está sozinho/a. Procure alguém com quem possa descansar e que seja um refúgio para você. Com certeza isso vai ajudá-lo a se levantar e reunir forças de novo para continuar. Porque saber quando pedir ajuda e se deixar guiar é para pessoas corajosas.

Por isso, sempre que precisar, deixe-se ser ajudado, esqueça seus medos e apoie-se nos ombros dos outros, segure suas mãos e livre-se de tudo o que pesa para poder continuar. Nunca deixe de acreditar que isso vai acontecer porque se você sonhar, acreditar nisso e agir, estará cada vez mais perto de conseguir.

Lembre-se de que não existe um final sem um começo, a luz sem a escuridão, um colocar-se em pé se antes não tiver caído, nem a força se não se busca e nem sequer a vontade se não tentamos encontrá-la dentro de nós mesmos. As adversidades nos fazem crescer se entendermos o meio termo que as equilibra.

Siga em frente, encontre forças e se esforce! Levante, sacuda a poeira e continue caminhando porque vale a pena. Não se esqueça de que a vida continua, o tempo passa e vai ser você quem vai contar a sua história. A força está dentro de você, não se renda.

Fonte indicada: A Mente é Maravilhosa

Imagem de capa: pyrozhenka, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos

Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: “A Soma de todos Afetos”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here