Ele não te ama, ele te aprisiona. Do corpo à alma!

Esse texto é para você, mulher, que é a louca. Que vê coisa onde não tem. Que carrega alguns roxos na pele porque o seu parceiro se exaltou “um pouco”, perdeu o controle e te apertou com força. É para você que todas as noites chora por não aguentar o peso da culpa desse relacionamento conturbado, sofrido e pesado.

Que ouve calada os gritos do seu namorado por achar que está errada mesmo. Que excluiu do círculo de contato todos os homens porque ele disse que mulher que se respeita não tem esse tipo de amizade. Que ouve com frequência o quanto quer se aparecer e chamar atenção com o short mais curtinho. É para você, mulher, que precisa entender que nada disso está certo.

Eu sei que é complicado enxergar com clareza quando as vistas estão embaçadas por esse “amor” que você diz receber e sentir. Mas deixa eu te falar…isso não é amor e nunca foi. Isso não é relacionamento e nunca será. Me diz, como pode ser amor se seu coração fica mais angustiado do que tranquilo? Ele não cuida de você, moça. Ele não te ama. Ele não faz questão de te ver sempre bem.

Não quero ditar as regras do seu relacionamento, mas eu quero te dizer que você não está sozinha e que você merece ser feliz. Merece alguém que te olhe com cuidado e te trate com respeito. Você não merece e não pode ser humilhada ou agredida. Você não merece ter sua auto estima massacrada e seu íntimo devastado. Você não é incapaz e não depende dele para viver e sobreviver. Você não é louca, é ele que não te respeita! Você é muito mais do que pensa e merece muito mais do que o que anda recebendo. Que, aliás, não é nada.

Por favor, olhe-se no espelho e coloque na balança os seus sorrisos e suas lágrimas, se as lágrimas pesarem mais, por favor, abre aquela porta e sai. Fala com a amiga, com o amigo, com a mãe, irmã ou um desconhecido disponível e pede ajuda. Mas não permita ser destruída dessa forma. Você é demais. Sem mas, porém ou qualquer outra conjunção adversativa que desmanche a ideia do poder que você carrega.

Ele é um babaca e você é um mulherão da porra que merece ser feliz e tratada bem. E vai. Mas, por favor, seja forte para soltar essa corda e abandonar esse barco! Porque, repito, você não está sozinha e será muito feliz.

Imagem de capa: Diego Cervo/shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Ana Luiza Santana
"Estudante de psicologia, nascida no Pernambuco, mas escolhida pela Bahia(amo). Intensa por naturalidade e louca por amor. Completamente apaixonada por abraços apertados, sorrisos e pessoas de aura leve e energia positiva."

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here