Não tenha medo de crescer: a infância passa, a vida adulta fica.

Praticamente todas as crianças sonham com a adolescência e todo adolescente sonha com a vida adulta. Por algum motivo, quando somos novos temos a ilusão de que a vida adulta é um sonho que ainda não podemos viver. Posso dizer por mim mesma que sempre achei que tudo seria muito mais legal quando eu crescesse. É, de certa forma temos pressa para virarmos adultos.

Hoje, com quase 24 anos, sei que nem tudo são flores na vida adulta. Muitas vezes me pego olhando crianças na rua e almejando ser como elas mais uma vez. As cobranças, inseguranças e responsabilidades pesam e, por alguns minutos, tudo que eu quero é ser uma inocente criança de novo.

Não que seja ruim ser adulto – é bom demais. No entanto, a infância é uma só, enquanto adultos nós seremos para sempre e a maior parte de nossas vidas. Então por que temos tanta pressa de crescer? Quando eu reclamava que não podia fazer isso ou aquilo por ser muito nova, minha mãe sempre dizia: “Você vai ter a vida toda para fazer essas coisas de adulto, mas a sua infância é só agora, ela vai passar e não vai mais voltar.”

Por mais que na época nem desse bola para o que ela falava, hoje vejo como estava certa. Não existem mais férias escolares de dois meses, não existem mais brincadeiras no jardim de casa numa quarta-feira qualquer, não existe mais a inocência de não saber o que é corrupção e mercado de trabalho. Quando penso em tudo isso chega a me dar até um certo aperto no coração. Será que aproveitei o suficiente? Será que deveria ter valorizado mais essa época pura e leve da minha vida?

Hoje, tudo é diferente. O trabalho só me permite tirar um mês de férias por ano (que raramente parecem ser o suficiente), as tardes estão sempre preenchidas por responsabilidades e as brincadeiras no jardim se apagaram com o tempo. Hoje, eu sou adulta e sei que criança jamais serei de novo. Sei que todo o peso que carrego já faz parte de mim e dos anos que levo nas costas. Hoje, sei que a infância deixou apenas rastros de boas lembranças em minha memória.

Cresci, assim como todo mundo cresce, e sei que se pudesse dar um conselho para as crianças, diria exatamente o que a minha mãe me falou anos atrás: aproveite para ser criança quando você é criança, depois que a gente cresce não tem mais volta. Aproveite para fazer coisas que você não vai mais fazer quando for adulto. A infância é uma só e passa. Não tenha pressa de crescer, a vida adulta é para sempre.

Imagem de capa: Focus and Blur, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Bruna Cosenza

Bruna Cosenza é paulista e publicitária. Acredita que as palavras têm poder próprio e são capazes de transformar, inspirar e libertar. É autora do romance “Lola & Benjamin” e criadora do blog Para Preencher, no qual escreve sobre comportamento e relacionamentos do mundo contemporâneo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here