Já entrou em órbita com seu grande amor?

Eu estou seguindo em frente, como você disse que teria que ser. Mas sinto que um pedaço de mim ficou para trás, junto com você. Ouvi o seu conselho e realizei o seu desejo, porém nunca mais ouvi meu coração pulsar forte, pois para realizar sua vontade, abri mão da minha que tem o seu nome. Não estou aqui para julgar ou te fazer sentir culpa, aprendi que o perdão é o melhor remédio para todas as dores, inclusive para que quem o libera. Estou apenas resolvendo comigo mesma nossos assuntos inacabados, pois eles prendem e impedem os meus passos de prosseguirem sem você.

A vida é curta demais para ficarmos preocupado com o que deu errado, procurando os motivos, as respostas. Estou deletando todas as dúvidas que você deixou ao partir, pois elas não vão me levar a lugar nenhum. Serão respostas vazias e inúteis que não farão mais sentido, pois já não sou aquela menina desesperada e inexperiente que esperava por elas. Caso você não tenha percebido, eu cresci e amadureci com a sua presença no meu caminho, que se tornou difícil e cansativo quando você mudou de direção sem avisar.

Estou guardando as boas lembranças num cantinho especial do peito, afinal, é a única história da qual fomos autores e protagonistas. Aprendemos muito com elas e devemos nos recordar para não repetirmos os mesmos erros e para usarmos, quando necessário, aquilo que fez bem e valeu a pena.

Esse processo de recomeço é lento e delicado. Nos sentimos como uma criança dando os primeiros passos. Caindo, levantando, se machucando e tentando outra vez. Aos poucos, conseguimos enxergar novas possibilidades e nos encantar com o que passava despercebido pelos nossos olhos. A vida vai ganhando mais cor, mais cheiro e mais sabor. E, assim, começamos a esquecer de olhar para trás, pois a beleza do horizonte que nos espera, nos atrai até ele.

E, sobre aquele meu pedacinho que ficou com você, pode guardar de lembrança, se quiser. Talvez, esse seja o presente da pessoa que mais te amou. Porém, descobriu que o mundo que ela habita dentro dela, ainda tem muito a ser explorado, aproveitado, conhecido e cuidado por ela.

Ela é apenas um multiverso desalinhado que entrou em órbita com seu grande amor, a vida…

Imagem de capa: FabrikaSimf, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Rachel dos Santos
Paulistana, porém mineira de coração. Viciada em música e sorvete, adora filosofar no facebook e compor canções que guarda a sete chaves. Estudante de jornalismo , pretende construir um mundo mais bonito por meio de seus escritos. Acredita que a simplicidade é a chave que abre a porta da felicidade. Sempre usa reticências no final das frases porque sente que sempre há um pouco mais a se dizer...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here