Ela simplesmente é

Imagem de capa: Nadya Korobkova, Shutterstock

Ela só está tentando se encontrar nesse labirinto sem saída que é a vida. Perdida em devaneios, sonhos e confusões procura no âmago de sua alma a razão de ser, existir. Entre dias de lutas e de ilusões, prefere aproveitar o momento para não correr o risco de viver em vão. De vez em quando, se necessário, entra sem medo na contramão. É teimosa por natureza, defende até o fim o que acredita, mas sabe quando é hora de mudar de direção. Aliás, ela adora mudanças. Acredita que triste seria se não existissem ideias para mudar.

É do tipo que prefere ser essa metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo. Ama a liberdade e não quer se prender ou que se prendam a ela. Gosta de dar espaço para que fiquem, se quiserem. E que se vão, se assim preferirem. Aprendeu que tudo que seguramos muito, mais cedo ou mais tarde, escorre pelos dedos. É insistente, persiste e insiste quando acha que vale à pena. Vai até as últimas consequências com unhas e dentes. Mas, quando perde o interesse, é uma vez só. Ela sabe dar valor a tudo que conquistou e a todos que se aproximam, mas prima pela famosa, tão procurada e pouco vista reciprocidade.

Ela tem todos os sonhos do mundo e adora sonhar, principalmente, acordada. Dizem que ela vive no mundo lua, o que de certa forma não é uma inverdade. Ela adora viver com os pés fora do chão, alçar novos voos e desbravar novas terras, principalmente, dentro dela mesma. Se conhecer e se cultivar com mais cuidado, com mais calma é essencial para que ela possa oferecer o melhor de si em qualquer situação e para qualquer pessoa.

Pertencer a si mesma é o maior presente que ela recebeu e não abre mão disso por nada nem por ninguém. Ela está sempre aberta a novas experiências, novas pessoas e perspectivas. Mas, isso só é possível porque ela se renova a cada manhã. Um novo dia e um novo ser renasce. Ela continua sendo a mesma, porém diferente. Tão ambígua quanto esta frase, quanto a vida é…

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Rachel dos Santos
Paulistana, porém mineira de coração. Viciada em música e sorvete, adora filosofar no facebook e compor canções que guarda a sete chaves. Estudante de jornalismo , pretende construir um mundo mais bonito por meio de seus escritos. Acredita que a simplicidade é a chave que abre a porta da felicidade. Sempre usa reticências no final das frases porque sente que sempre há um pouco mais a se dizer...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here