Não me peça uma compreensão que eu não posso te dar

Imagem de capa: KyryloKireiev, Shutterstock

“Tudo bem, eu entendo”, várias vezes você ouviu isso da minha boca, mas sou assim, eu me coloco no lugar do outro e consigo entender quase tudo. Quase tudo, ok? Não me peça para entender quando você é egoísta comigo. Não me peça para entender as vezes que você usou da minha bondade em benefício próprio. Não me peça para entender suas desculpas para suas escolhas erradas.

Não me peça para entender situações que vão além de qualquer compreensão. Não me peça para me colocar no seu lugar quando você não faria o mesmo. Não me peça essas coisas, dói, sabia? Você me pedir absurdo só me faz ter certeza de que você não merece o que faço por você.

Quando eu disse que te amava é porque eu amava. Mas amor não é aceitar migalhas, amor é aceitar tudo na mesma medida ou mais. Você quis confundir meu coração, chegou a fazer sentir-me culpada. Quantas vezes eu fui dormir chorando e acreditando que eu era má pessoa? Quando na verdade, era você, se fazendo de vítima e me colocando em maus lencóis. Não, não me peça mais.

Quando você me conheceu, você sabia como eu era. Você sempre soube que eu iria ser o seu suporte, ombro amigo, namorada e amor. Mas você também sabia que eu não aceitaria falta de reciprocidade, e assim foi, acordei e não aceito mais.

Então não me peça uma compreensão que eu não posso te dar. Segue sua vida e procure valorizar as pessoas que fazem de tudo para te ver bem. Eu sigo em paz. Adeus.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Déborah Izy
Taurina, cerveja, ler, escrever, barzinhos, cinema, séries, filmes, super heróis, e amante da vida, acredito fielmente no amor. Gerencio a página em meu nome no Facebook: Déborah Izy. Espero que gostem e se identifiquem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here