Levante a cabeça, menina. Seu amor já vai passar.

Por que andas tão distraída neste celular? Não percebes o mundo ao teu redor pedindo a beleza dos teus olhos? Por que foges assim da realidade da vida? Tens medo do que está por vir?

Levante a cabeça. Já perdeu seu primeiro ônibus.

Me fala dos rapazes que tanto lhe magoaram. Conta das tuas dores hoje, mas não esqueça de sorrir amanhã. Guarda um pouco o celular na bolsa e sente a brisa do vento rasgando a tua pele. Repara no verde da natureza que tuas retinas tanto desejam contemplar. Não estas cores falsas do teu celular.

Mas eu imploro, levante a cabeça. Já perdeu seu segundo ônibus.

Há tanto para se sentir lá fora, existe tanta coisa pra se observar. O mundo tem lhe dado tanto e pouco você tem si dado a ele. Permita-se ver mais do que os olhos podem observar.

••••

O terceiro ônibus dela já tinha passado, mas ela estava atenta demais nas 345 curtidas em sua foto do perfil. Em meio a uns olhares e outros no celular, um simples rapaz aproximou-se ao lado dela, admirando suas covinhas que insistiam em aparecer quando ela esbanjava um sorriso de oito graus no rosto. Mas agora, com exatamente 897 curtidas em sua foto, ela não tinha dado conta dos minutos-quase-horas que havia perdido.

Levante a cabeça, moça. Já perdeu seu quarto ônibus, tomara que não tenha deixado passar o amor de sua vida.

Imagem de capa: Vadim Georgiev/shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Pedro Ficarelli
Apaixonado pela poesia feminina. Acredito fielmente que o amor seja o infinito que resolveu morar no detalhe das palavras. Muito prazer, eu me chamo Pedro Ficarelli, e escrevo com o único intuito de pôr palavras onde a tua dor se faz insuportável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here