Como recuperar um relacionamento que não deveria ter terminado?

Imagem de capa: jesadaphorn, Shutterstock

Há momentos na vida em que sentimos que um relacionamento acabou prematuramente. Algo dentro de você grita que ainda havia muita coisa para viver e possivelmente seu ex pensa e sente o mesmo. No entanto, você não sabe como dar um passo para trás e recompor a situação. Na verdade, lidar com essas situações nunca é fácil.

Outras vezes, você percebe que essa pessoa já não o ama mais e não quer ficar com você, mas você ainda a ama. Além disso, você sabe que tem força e vontade suficiente para reacender esse fogo (ou pelo menos tentar). Cada história de amor tem seus altos e baixos. Nem sempre amamos o parceiro com a mesma intensidade, mas isso não significa que não haja cinzas suficientes para tentar atiçar o fogo.

“Há sempre alguma loucura no amor. Mas, também sempre há alguma razão na loucura “.
-Friedrich Nietzsche –

Estas situações podem ser muito confusas, há muitos sentimentos misturados. Existe o interesse em continuar, mas também há o medo da rejeição. Existe a convicção de que deseja retomar essa história, mas também dúvidas a respeito de se isso realmente é possível. Não é fácil saber ou prever o que pensa ou sente o seu ex-parceiro. Então, o que fazer? Aqui estão algumas sugestões.

Não mendigue o amor do seu ex-parceiro

É um dos erros mais frequentes e uma das estratégias menos eficazes para reconquistar o ex-parceiro. Você acredita que se disser a ele o quanto sente a sua falta, e que sem ele ou ela não vale nada, dará um “clic” no seu coração e ele decidirá voltar? Na verdade, pode acontecer exatamente o contrário.

Dessa forma, você perderá o respeito do seu ex-parceiro. Quem irá valorizar alguém que é incapaz de se levantar quando está sozinho? Como sentir amor por alguém que, obviamente, não ama a si mesmo? É como se estivesse procurando um emprego e o seu único argumento é que você precisa dele.

Com esse tipo de atitude você consegue que o outro se sinta sobrecarregado. O seu ex-parceiro pode começar a se sentir culpado ou até mesmo pressionado. Se ele sentir compaixão, pode voltar para você pelo sentimento de culpa, mas ao mesmo tempo, você o terá perdido para sempre.

Dê uma oportunidade para que ele sinta a sua falta

Se vocês terminaram o relacionamento, é porque as coisas não estavam indo bem. Mas quando existe amor, depois da separação é normal querer voltar. Mais do que uma decisão sensata, é um impulso quase instintivo. Não se deixe levar pela ansiedade e dê tempo ao tempo.

O tempo permitirá que tanto você como o seu ex-parceiro percebam como é a vida sem o outro. O óbvio é que se surpreendam, especialmente no início. É normal sentir saudades, mas também não é motivo suficiente para correr atrás daquela pessoa que já se foi. Com o passar dos dias, você verá que pode abordar a situação com mais tranquilidade.

Se isto não acontecer, se em vez de se acalmar você ficar cada vez mais desesperada, é hora de repensar a situação. É realmente o amor que o une ao seu ex-parceiro ou se trata de uma forte dependência? A impossibilidade de viver sem ele ou ela é um sinal de que está em jogo algo mais do que um grande amor.

Tome a iniciativa de começar um diálogo

Dedique um tempo para si mesmo. Lembre-se de tudo o que você gosta de fazer sem a necessidade de estar acompanhado. Recupere as antigas amizades, desenvolva novas habilidades e desfrute da sua solteirice. Introduza algo novo em sua vida, como um hobby, um hábito ou algo que não tenha a ver com seu passado recente.

Se isso parece impossível, pode ser um sinal de alarme. Significa que você provavelmente vê o seu ex-parceiro como uma “bengala” que não quer largar. Talvez você não precise voltar para ele ou ela, mas admitir que está em dívida com você mesmo. Nesses casos, é comum que o outro seja um instrumento para esconder conflitos não resolvidos que não têm nada a ver com ele.

Aproveite a distância para pensar com calma sobre as razões que os levaram a terminar o relacionamento. Quase sempre, as razões que não são ditas diretamente são aquelas que realmente importam. Examine os seus erros e os da outra pessoa. No início se sentirá confuso, mas com um pouco de esforço, tudo vai se esclarecer.

Quando você se sentir forte e acreditar que consegue viver sem o seu ex-parceiro, é o momento correto de iniciar um diálogo, se de fato essa é for sua escolha. Parece contraditório, mas é mais saudável. Aproxime-se e avalie honestamente se há sinais de interesse dessa pessoa por você. Se a resposta for afirmativa, talvez seja hora de reacender esse relacionamento.

Fonte indicada: A Mente é Maravilhosa

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here