A presença da astrologia na sociedade

Se já não bastasse ter que ficar sempre linda, ser competente no trabalho, aceitar a si mesma, ser uma boa namorada/mãe/filha, estar atualizada com as novidades e tudo o mais, há muita cobrança astrológica nas pessoas agora também! Pessoas conversam entre si como se todo mundo soubesse tudo sobre signos.

O horóscopo está na moda, nos relacionamentos, até na política. Há dias melhores para fazer compras, números da sorte para cada signo, cores ideais pra quem é de aquário e matérias sérias de jornalão que relacionam determinados fatos com alguma característica astrológica dos envolvidos.

Mesmo os descrentes da pseudociência já começam a se informar melhor ou daqui a pouco vão ficar sem assunto. Dá uma olhada em sua Timeline no Facebook e conte quantas postagens têm como referência as características astrológicas. Será que isso é motivo pra se preocupar? Está todo mundo levando este assunto a sério demais ou tudo não passa de uma grande brincadeira?

Em países como a China, por exemplo, grandes decisões são tomadas levando em conta tanto o horóscopo (o chinês, é claro) quanto algumas superstições locais. O número 4 é similar ao nosso 13, por exemplo, enquanto o 8 traz muita sorte. Não foi a toa que as Olimpíadas de Pequim começaram no dia 8/8/2008.

No Brasil, as escolhas ainda são individuais, mas a cada dia, as pessoas se sentem mais deslocadas quando não dominam o assunto. Místico e sincrético como o país é, em pouco tempo algo oficial vai ter como referência o mapa astral. Como o lançamento de um evento ou seus envolvidos, pode apostar.

O Papa Francisco não gosta muito, os astrônomos ignoram (afirmam que os astros não interferem na vida de ninguém, seria cientificamente impossível),mas o gosto popular abraçou e o milenar método segue agregando adeptos. Qual o seu signo?

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here