Inspiramos confiança quando nossas ações seguem nossas palavras

Imagem de capa: Petar Paunchev, Shutterstock

Inspiramos confiança nos outros quando nossas ações confirmam e reiteram as nossas palavras. “A ação expressa as prioridades”, disse Mahatma Gandhi com tão simples sagacidade… As expressa fielmente. As ações são um sinal da verdade, da autenticidade. Até mesmo a falta de ação também é uma ação por si própria.

As ações podem acompanhar as palavras ou podem contradizê-las. As palavras são mais confiáveis quando acompanhadas de fatos que apontam na mesma direção e no mesmo sentido. Fatos para apoiem a veracidade das frases nas quais viajam desejos, promessas, arrependimentos ou intenções. Os fatos alimentam a confiança e fazem com que relaxemos, que não estejamos sempre alertas. Portanto, são importantes para que a tensão diminua e para que estejamos prontos para desfrutar mais dessa relação.

Talvez você se sinta identificado com esta parte se você é alguém que confia facilmente nas pessoas que são importantes para você. Quando você confia neles, confia na base de coerência entre o que dizem e o que fazem para você. Suas palavras são suficientes. Na verdade, virão à sua mente amigos que, mesmo não sendo muito expressivos em suas emoções, provaram estar ao seu lado em todos os momentos.

A confiança é transmitida através dos atos que confirmam as nossas palavras

Ao mesmo tempo, virão à sua mente pessoas nas quais você confiou cegamente pelas palavras tão belas que uma dia foram proferidas. Pessoas apaixonadas pelas promessas que depois demonstraram não estar à altura daquilo que tinham prometido.

As palavras, se não forem acompanhadas por fatos que as confirmem, são frágeis no espaço pelo qual viajam e na memória. Elas danificam a confiança e vão minando-a até que se torne muito difícil recuperá-la. Não é possível confiar em quem diz alguma coisa e, em seguida, o seu GPS mental aponta para outra direção. Sua falta de ação também mostra o que você prioriza na vida.

Pense nessas pessoas que encheram seu coração com palavras bonitas e bem cuidadas. Eram tão preciosas que… como alguém não vai se deixar embalar por esse balanço de beleza e esperança? As pessoas querem confiar… ninguém quer se machucar. As carcaças surgem quando há muito dano acumulado, mas a nossa intenção genuína é a de querer confiar.

Confiar no outro nos traz segurança e paz mental

A confiança tranquiliza o nosso mundo interior. É uma segurança de que os seres humanos precisam para não perderem sua sanidade. Precisamos de consistência. A inconsistência nos desestabiliza, nos torna inseguros e nos faz estar alerta. Assim, quando alguém fere a nossa confiança de maneira repetida, nós temos que dar o próximo passo.

Se não damos valor a nossa confiança, estaremos comprometidos a relacionamentos nos quais seremos pisoteados uma e outra vez. Se não nos respeitarmos, não nos respeitarão. Por isso, é importante fazer uma revisão e balanço daquelas pessoas às quais estamos oferecendo este ato tão bonito e tão frágil, como é o de confiar. Às vezes isso se transforma em um verdadeiro ato de coragem. Soa familiar?

Procure agir conforme suas palavras. Não fale palavras à toa se não tiver certeza de que elas realmente representem seus verdadeiros sentimentos. Também não fale se acha que não está preparado para agir. Também dê valor às suas próprias palavras. Quando há coerência entre o que você diz e faz, irá inspirar confiança e segurança no outro. Além disso, você evita a dissonância cognitiva que pode se tornar um incômodo também para quem pratica.

As falsas esperanças nos enchem de ar, mas não alimentam

A confiança e a segurança são pilares fundamentais em toda relação emocional importante. Os amigos são muitos, mas os AMIGOS com maiúsculas não se conta com tanta facilidade. São aqueles que você sabe que são escritos com letras maiúsculas e em negrito, porque estão do seu lado. Porque suas palavras e suas ações foram acorrentadas de tal maneira que não há insegurança possível que persiga sua relação.

Pense bem: você prefere continuar vivendo de falsas esperanças de atos que nunca vêm, de palavras que evaporam enquanto deixam de existir, ou prefere uma verdade no tempo, ainda que dolorosa, mas consistente com que o outro sente? No final do dia, é sempre a verdade que nos mostra o caminho autêntico, não as falsas esperanças com seus horizontes enganosos.

Fonte indicada: A Mente é Maravilhosa

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here