Ele me deixou e foi melhor assim

Imagem de capa: Yulia Mayorova, Shutterstock

Ele foi embora, me deixou e foi melhor assim. Mas para descobrir todos os benefícios desse pé na bunda, eu levei um tempo. A fossa foi pesada, eu sofri, chorei noites e mais noites, esperneei e odiei até o último fio de cabelo dele. Coloquei tudo para fora e também fiz coisas que não devia, como ligar de madrugada e mandar mensagem depois de algumas caipirinhas. Mas o tempo me mostrou que aquele fim de relacionamento me ensinaria muito e que tinha sido melhor para mim.

Eu retomei velhos objetivos e planos que havia deixado na gaveta desde que tinha começado a namorar. Vou retomar o curso de história da arte e voltar para o pilates. Vou planejar aquela viagem para Cancun que eu queria tanto fazer e no próximo feriado vou para Ilha Bela velejar.

Eu descobri quem são os meus verdadeiros amigos. Depois desse período de fossa foram poucos os que aguentaram minhas lamúrias e crises de choro. Esses amigos estiveram ao meu lado a todo momento e isto fez com que se tornassem valiosos demais. Hoje eu sei quem é quem.

Lógico que meu coração está “fechado para balanço”. Ele precisa de um tempo para amadurecer a perda e estar pronto para ser habitado por um novo amor. Não quero sair correndo para arrumar qualquer substituto. O próximo vai ter que conquistá-lo e vai acontecer naturalmente. Passei por um autoconhecimento profundo e agora já sei o que quero para minha vida e quais são meus limites e preferências.

Doeu e doeu muito. Eu o amava e achava que seríamos felizes para sempre, mas não foi assim. Apesar de toda dor não vou permitir que esse tropeço me torne descrente. Ainda acredito que o amor verdadeiro existe e que o homem da minha vida anda por aí a minha procura. Sei que um dia ele vai aparecer e que vamos construir uma linda história juntos. Outros “pés na bunda” virão e com todos eles eu vou aprender. Vou cair e levantar, até que o cara certo venha para transformar todas as lágrimas em sorrisos e todas as decepções em surpresas.

Descobri que não o amava tanto assim. Meu amor pela vida é muito maior. Minha liberdade não tem preço e é com ela que eu vou seguir. Um amor de verdade há de aparecer e conseguir me tirar do chão novamente.

Você só me acorrentou e o que eu quero mesmo, é voar.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Monika Jordão
Atriz, escritora e paulistana. Acredita que o papel reflete mais do que o espelho. Apaixonada por livros, futebol, tequila, café e Coca-Cola. Buscando sempre o equilíbrio emocional e os amores inesquecíveis.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here