Não desminta o que você disse, nem negue o que você fez

Imagem de capa: pathdoc, Shutterstock

Um dos piores comportamentos que poderemos ter será o de não sustentar o que falamos ou fizemos, mentindo, dissimulando, tratando os outros como joguetes que servem aos nossos propósitos, passando por cima da verdade, por medo, covardia ou ausência de caráter mesmo.

As pessoas entendem o mundo à sua própria maneira, de acordo com o que carregam dentro de si, conforme aquilo que vêm se tornando, em consequência dos lugares e das experiências por que passa. É por isso que surgem os desentendimentos entre os indivíduos, uma vez que cada um interpreta o que nele chega, em conformidade com o que sente, digerindo as palavras à sua própria maneira.

Inevitavelmente, em alguns momentos de nossas vidas, alguém entenderá o que dissermos ou fizermos de uma maneira completamente oposta à nossa real intenção. Alguém ficará chateado conosco, ressentido, muitas vezes tomando para si o que nem era a ele dirigido. Da mesma forma, poderá achar que não simpatizamos com ele, quando, na verdade, achamos o contrário, ou mesmo nem nos lembramos de que ele existe.

Isso porque certas pessoas sentem-se sempre perseguidas, como se o mundo agisse pensando nelas, carregando, dentro de si, uma mania de perseguição tamanha, que jamais conseguirão entender que o mundo gira com ou sem elas. É como se tudo o que falassem servisse como indiretas a elas, como se todos se comportassem de determinada forma por causa delas. Mal sabem que ninguém fica pensando no outro o tempo todo enquanto se vive.

Sim, seremos mal entendidos, mal interpretados, ou mesmo veremos nossas falas sendo usadas contra nós de forma descontextualizada por gente ruim e mal intencionada. Cabe-nos manter a firmeza de nossas convicções, pautando nossas ações pelas verdades que nos sustentam, sendo transparentes e sinceros aonde formos, com quem estivermos. Não poderemos é desmentir o que falamos, negar o que fizemos, culpar o outro daquilo que veio de nós, para fugir ao enfrentamento de nossas escolhas.

Um dos piores comportamentos que poderemos ter será o de não sustentar o que falamos ou fizemos, mentindo, dissimulando, tratando os outros como joguetes que servem aos nossos propósitos, passando por cima da verdade, por medo, covardia ou ausência de caráter mesmo. Afinal, sempre será melhor amargarmos as dores advindas de nossa luta para sermos quem realmente somos do que termos que decepcionar quem mais amamos, quando eles descobrirem as mentiras por trás de nossas máscaras.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Marcel Camargo
"Escrever é como compartilhar olhares, tão vital quanto respirar".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here