[antes só] do que sozinho

Imagem de capa: Enrique Arnaiz Lafuente, Shutterstock

Há muito me sinto só, o que não significa estar sozinha, em si.

Foi dito, assim que começamos a entender o vasto mundo, que não é bom estar sozinho. É interessante que tenha para onde ir e para onde retornar. Que tenha alguém para que possa dizer seus segredos e desejos sem reforçar ao final da frase, “não conte para ninguém, tá?”, pois obviamente, ela sabe que não é para contar para ninguém.

Achamos no meio do caminho muitos alguéns.
Alguns, até hoje ao lado, outros, há muito partiram.
Essa é a vida, o fluxo natural do universo, da energia que o compõe.
(Espero que já tenha aprendido isso).

Foi dito, assim que crescemos no vasto mundo, que não é bom acreditar em todo mundo. É interessante que tenha uma ou duas pessoas em quem confiar. Que tenha alguém extremamente capacitado ao seu lado.

Era mentira.
De fato, é bom que não esteja sozinho. Mas é extremamente importante que seja só.

SÓ amor em dias de guerra, discordância e medo.
SÓ esperança em dias que nem mesmo conseguimos enxergar.
SÓ felicidade em dias que todos querem chorar e permanecer em si.

Mas o que para sempre será o melhor de todos os motivos para acordar e compor mais um dia da sua história. Que fará sentido estar aqui, conhecer, acompanhar, amar e permanecer. Que fará com que todas as desventuras tenham uma boa intonação em sua fala, quando ditas.

Você precisará perceber que acordar ao lado de alguém, ou com a cama vazia é uma dádiva. Precisará ver além do que seus olhos alcançam e suas forças suportam.

SÓ VIDA em dias de morte, SÓ VIVER em dias difíceis, SÓ AGRADECER por toda vitalidade em seus pulmões. Ainda que assim, meio sem jeito, ele já não funcione tão bem.

De fato, o que aprendi em ser SÓ, é não estar sozinha por muito tempo (às vezes é bom). Esteja com alguém e alguém, e seja SÓ com eles.

COMPARTILHAR
Bárbara Fernandes
Sempre escrevi em diários, e guardava-os todos para mim. Até descobrir que existiam mais pessoas que precisavam ler. Então, aqui estamos!

DEIXE UMA RESPOSTA