Você é a única pessoa que eu não deixaria de escolher

Imagem de capa: Tanja Nikolaenko/shutterstock

E quando você for dormir esta noite?Vai fingir que está tudo bem? Vai pôr a cabeça no travesseiro e guardar as lembranças nas gavetas fingindo pra si mesma que nada mudou? Vai continuar mentindo pra teu coração, pois ambos sabemos que ele já não bate mais tão rápido quando me aproximo de ti.

Eu sei o que sinto por você com toda a certeza que tenho, mas se você não me ama mais como da primeira vez em que pousou teus olhos sobre mim, me deixa ir, e vai também. Esbarre em outros sorrisos. Repouse em outros colos. Experimente outros beijos. Faça morada em outros corações. Viva novas histórias. Mas peço que seja verdadeira contigo e com quem te ama, pois as pessoas merecem isto. Elas merecem saber a verdade independentemente de qualquer coisa. As mentiras aparecem de uma hora ou outra.

Leve consigo as coisas boas. Use as ruins como aprendizado para uma próxima história que viverás muito em breve. Você é a única pessoa que eu nunca deixaria de escolher. Eu te amei muito e você sabe disto. Amei desde á primeira vez em que teus olhos disseram “sim” para mim, mesmo sem tua boca dizer um “oi-qualquer-coisa.” Dói muito saber que você vai partir em poucos dias, e dói mais ainda, saber que você mesma, não sabe disto.

Não tenha medo de me magoar, ou sequer tenha pena de mim. Apenas seja verdadeira com o que sente em teu peito e com os outros. Enquanto a mim, eu continuarei vivendo de cabeça erguida sempre em frente. Pois o tempo não para, vez em quando ele até passeia, mas nunca para. Te desejo a maior felicidade do mundo para onde fores. Espero que me escreva ou mande um postal de qualquer canto do mundo.

Guardei um pouco daquela torta de morango que você tanto gosta na geladeira. E caso você tenha lido esse bilhete;

Saiba que o amor pode viajar por todo o mundo, mas sempre sabe onde encontrar seu verdadeiro lar.

P.S.
Pode ir, mas se quiser, fica.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Pedro Ficarelli
Apaixonado pela poesia feminina. Acredito fielmente que o amor seja o infinito que resolveu morar no detalhe das palavras. Muito prazer, eu me chamo Pedro Ficarelli, e escrevo com o único intuito de pôr palavras onde a tua dor se faz insuportável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here