Estar sozinho é aprender sobre si mesmo

Imagem de capa: fototip, Shutterstock

A vida é marcada por diversos encontros e despedidas. As idas e vindas são constantes e nem sempre estamos felizes com isso. Passamos boa parte do nosso tempo sozinhos pensando e encarando como a vida pode ser e deve ser. Esses momentos servem principalmente para percebermos que a gente só pode descobrir nossa essência quando entendemos o significado dessas situações. Às vezes na solidão de um silêncio podem se esconder diversas verdades antes não percebidas por nós.

A busca constante pelo conhecimento pessoal é de extrema importância para compreendermos quando estaremos preparados para embarcar novamente nas viagens que a vida nos proporciona. Por mais difícil e doloroso seja esse passo, é fundamental para que possamos entender quem somos antes de buscar novos amigos ou um novo emprego, saber o que desejamos fazer da vida amanhã ou então como pretendemos estar daqui a dez anos talvez. Muitas vezes os fins não irão justificar os meios, mas nem por isso devemos deixar de exaltá-los, pois eles fazem parte de cada novo momento de nossa história.

Logicamente que todas as situações, por mais adversas que possam parecer, são necessárias para nos basear onde desejamos chegar e saber criar a ponte necessária para atingirmos nossas metas. Mas isso não quer dizer que não há outros métodos de chegar onde precisamos. Para que isso aconteça, devemos fazer algumas descobertas importantes. Mergulhar em um processo intenso de autoconhecimento e compreensão de quem somos e o que queremos. Porém, para q isso aconteça é necessário estar sozinho.

Somente quando estamos verdadeiramente sozinhos, temos o enfrentamento necessário para conhecer as mais complexas verdades escondidas dentro de sentimentos presos a nossa maneira de viver a vida. Estar sozinho parece ser difícil. Mas é nesse momento em que descobrimos quem somos de verdade. Escutamos nossa própria voz e encaramos a imagem de quem somos sem nos esconder por traz das mascaras que pintamos, geralmente para sobreviver ao que sociedade julga ser certo ou errado. Descobrimos nossos desejos e anseios, e conseguimos traçar de maneira mais coerente o que desejamos para nossa vida.

Por isso antes de decidir estar com alguém, deseja estar consigo mesmo. Saiba desejar a sua presença, a sua identidade. Não busque no outro a felicidade que você ainda não encontrou em si mesmo. Antes de estar com alguém é preciso aprender a desejar a própria companhia, desse modo aprendemos a ser a companhia ideal para o outro. Estar sozinho é aprender sobre si, é buscar respostas para diversas perguntas que temos feito durante toda a vida. Mas estar sozinho é antes de tudo a principal essência da vida. Só quando aprendermos a nos amar de verdade, seremos capazes de amar os outros e então encontrar a felicidade verdadeira.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Igor Cruz
Arquiteto, urbanista, escritor, podcaster e editor. Escrevo em busca de algo que me conecta com o outro, que me faz emergir em uma onda de amor e pensamentos sobre o que a vida ainda pode ser. A escrita é uma ponte que nos conecta há um novo mundo cheio oportunidades e conhecimentos. Cabe a nós e somente nós, dar o primeiro passo para atravessar essa ponte. Podcaster no InFormais Podcast.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here