Para você, o amor que escolheu ficar

Essa carta é para você, o amor que escolheu ficar. Até pouco tempo, ainda duvidava se chegaria o dia em que te escreveria. Não sabia se iria demorar, como e quando iria surgir. Mas aqui está você, um amor inteiro, um amor sadio, um amor escolhido.

Te reconheci ainda de longe, sem saber muito mais do que um sorriso e um olhar. Mas não tinha jeito, era para sermos nós. Tudo tornou-se apenas uma questão de liberdade. Para dizer que é você, que sou eu. Não ignoramos os maus bocados passados, mas não desistimos de seguir em frente.
Você entende que amores já vieram e respeita que amores não ficaram. Estamos num único abraço. Se isso não é sintonia, não sei o que é. E assim foi e continua.

Você admira o lar construído pelos nossos afetos. Daqui de onde vemos tantos sentimentos, acentuados por cafunés não desperdiçados, por beijos não pedidos a todo instante. Você sabe que esse amor não é metade, pode aceitar dentro do peito. Mas, se por ventura, algum dia as nossas pernas trocarem de lugar, não lamente. Não posso prometer futuros, somente presentes. Então, digo sem meias palavras que, agora é amor. O amor que escolheu ficar.

Essa carta é para você, o amor que escolheu ficar. Até pouco tempo, não saberia como demonstrar tantas felicidades. Também desconfiaria sobre como e quando iria confessar esse desejo. Mas aqui está você e tenho muita sorte por amar do seu lado.

COMPARTILHAR



RECOMENDAMOS



Guilherme Moreira Jr
"Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro"

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here