Errar é humano, mas reconhecer e recomeçar é divino.

Imagem de capa: Refat, Shutterstock

Se dê uma segunda, terceira e quantas chances forem necessário. Permita-se. Chega de ficar mutilando a consciência com o que já está feito e não tem como mudar. Dê um basta aos replays que vêm à mente condensados de coisas que deram errado, troque a fita e deixe outras canções embalarem a trilha sonora da sua história.

Escreva um novo roteiro para sua vida e não permita que ninguém seja o diretor dela além de você. Deixe a arrogância e o orgulho de gente grande de lado. Deixe a criança que existe dentro de você lhe guiar, principalmente, aquela que pergunta sem medo e que abraça e beija mesmo depois de levar uma bronca daquelas. Não se esqueça da inocência, aquela pureza no olhar de quem acredita que o mundo é bom e há muitos doces para se comer.

Saiba pedir ajuda quando necessário, ninguém é super-herói. Preserve ao seu lado aqueles que te empurram pra frente e te acompanham sem restrição, torcendo pelo seu melhor. E, principalmente, aqueles que se alegram ao ver a sua alegria, pois há muitos invejosos disfarçados de boas intenções querendo te ver no chão. Nem imaginam que você é semente e, quando cai, fixa suas raízes para florescer mais forte.

Saiba pedir perdão e perdoar, afinal, uma hora você também precisará de um voto de confiança. E, perdoe, principalmente, a si mesmo. Muitas vezes nos martirizamos e não conseguimos liberar o perdão para nós mesmos. Mas, é necessário, pois somos falhos. Aceitar e tentar melhorar sempre será o melhor caminho para seguir adiante. Não tenha vergonha de seus erros, veja neles uma oportunidade de aprender e tornar-se alguém melhor. Errar é humano, mas reconhecer e recomeçar é divino. Seja mais compreensivo consigo mesmo, não se torne seu maior inimigo. Permita-se…

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Rachel dos Santos
Paulistana, porém mineira de coração. Viciada em música e sorvete, adora filosofar no facebook e compor canções que guarda a sete chaves. Estudante de jornalismo , pretende construir um mundo mais bonito por meio de seus escritos. Acredita que a simplicidade é a chave que abre a porta da felicidade. Sempre usa reticências no final das frases porque sente que sempre há um pouco mais a se dizer...

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here