Amor não se define. Se sente.

Imagem de capa: Guas, Shutterstock

Hoje uma pessoa me pediu: “Flávio, defina amor pra mim”.

Respondi…

Posso definir por mim. Não por você. Não sei se eu conseguiria achar as palavras certas. Cada um capta o sentimento de uma forma única, mesmo que sejamos seres universais e basicamente iguais.

Amor é amor. Muita gente nem sabe que o sente. Muitas vezes a paixão se confunde com amor. Já vi pessoas serem racionais e conseguirem sair fora de uma paixão, mas de um amor, poucas vezes. É mais doído que uma simples paixonite aguda.

Creio que a racionalidade nunca combinou com o amor. Quando tentei fazer isso, me estrepei.

Amar é seguir o coração contra a maioria do que é lógico.

Amor é simples. Singelo. Nada surpreendente.

Amor é remela no olho e bafo de manhã, sem que nenhum dos dois reclame.

Amor é despido de vazio, orgulho e maquiagem.

Amor é olhar por dentro, sem priorizar o que vem de fora.

O amor pode vir em várias formas. Nunca se sabe como. Conhecer o amor, sempre será um risco. Nunca se sabe o que vem depois. Quem pode soltar o elástico primeiro. Quem vai se machucar. Se for viver de medo, nunca amará de verdade.

Amar é abraçar o outro e senti a reciprocidade em cada aperto dos braços.

É querer dormir no colo do outro e isso já bastar pra se sentir feliz.

É aprender que beijos e olhares podem ser mais intensos que orgasmos.

Amar não tá na festa de casamento. No buffet de 70 mil. Na troca de alianças. Não somente em um dia.

Amar é viver constantemente em lua de mel aprendendo a transformar o veneno em remédio. É respeitar o espaço do outro, seus dias de tormenta e de querer ficar só. É sentir um toque quando não se está esperando e mesmo depois de tanto tempo, você não duvidar que fez a escolha certa ao deixar certa pessoa a entrar na sua vida.

Me perdoe se o que escrevi não condiz com tua ideia de amor. Sou apenas um cara que ama do meu jeito e posso dizer que SIM, o amor sempre tá por aí e uma hora ele te acha distraído… Amor não se define. Amor se sente.

Para adquirir o livro de Flávio Jonatan, clique aqui em “Do amor e outras coisas”.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Flávio Jonatan
Olá. Meu nome é Flávio Jonatan, sou um pisciano intenso com tudo que faço e me relaciono, e acima de qualquer coisa, acredita no poder do amor e qualquer outro sentimento afetivo positivo. Servidor público pelo estado de Minas Gerais, sou apaixonado pelo universo feminino, futebol, vinhos, cervejas e roda de amigos. Viagem comigo por vários sentimentos e lugares ocultos dentro de ti.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here