Agora, com você, tudo faz sentido

Imagem de capa: Kate Kultsevych, Shutterstock

Tenho uma confissão a fazer e a melhor forma de começá-la é sendo honesto. Agora, com você, tudo faz sentido. Não precisei quebrar a cabeça para descobrir isso. Foram necessários apenas uns poucos goles de você para que, no mais tardar dos nossos momentos, descobrisse que deveríamos ficar juntos.

Tem gente que fica fazendo contas de quantos amores teve, de quantos noites dividiu a dois. Outros competem por carinhos demonstrados e por sacrifícios feitos para ficar com alguém. Ainda existem aqueles que, na mais cara de pau, pesam prós e contras em busca do amor ideal. E nessa matemática inexplicável esperam, dia após dia, encontrarem um tipo de amor que não é real. Relacionamentos embutidos de quem dá mais sempre acabam antes mesmo de começarem. Mas é o tempo líquido em que vivemos, onde analisamos atitudes e ignoramos pensamentos. Cadê o tempo de conhecer? Cadê a coragem de perde-se em encontros para ouvir a outra metade?

Felizmente, sorrimos na mesma fala. Aprendemos que a vontade importa mais do que qualquer outra intensidade compartilhada. É quando você segura a minha mão e os nossos dedos encontram o entrelace natural. É, ainda, quando caminhamos olhando para um presente em comum, para um futuro conversado por dois. Tenho certeza que é assim que a cumplicidade acontece. Não duvido dos nossos planos, não desacredito dos nossos carinhos.

Houve uma época, não muito distante, que talvez eu concordasse com esses amores que vêm e vão. Daqueles sem laços e compromissos. Daqueles feitos para durarem sob efeito de beijos aleatórios. A grande diferença dos opostos e de nós é bem simples. Os opostos se cansam e nós no permitimos. Agora, com você, tudo faz sentido. Acredite, estamos apenas no começo do nosso amor.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Guilherme Moreira Jr

“Cidadão do mundo com raízes no Rio de Janeiro”

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here