5 reações das pessoas altamente sensíveis que surpreendem os demais

Imagem de capa: RossHelen, Shutterstock

Para entender as pessoas altamente sensíveis é importante tentar se colocar no seu lugar e, sobretudo, não julgá-las se não formos capazes de compreender sua visão do mundo.

As pessoas altamente sensíveis podem despertar a incompreensão dos demais. Em muitas ocasiões, são vistas como muito “exageradas”.

É algo normal se levarmos em conta que, diante de uma situação cotidiana, elas respondem de uma forma automática e inesperada, de uma maneira que chama a atenção.

No entanto, julgar antes de saber o que acontece sempre nos leva a equívocos. Desconhecemos o mal-estar que podem sentir ao gerar esse tipo de reação.

1. As pessoas altamente sensíveis não suportam a pressão

Ter muitas tarefas a cumprir pode deixá-las agoniadas. Preferem se concentrar em uma apenas e dar tudo de si. Por isso mesmo, podem ser pessoas muito criativas.

Trabalham muito melhor sozinhas e num ambiente tranquilo. Quando não é assim, o estresse aparece e são incapazes de serem eficazes e produtivas.

Caso exista ruído ao seu redor ou alguém que as obrigue a estar atentas a várias questões ao mesmo tempo, começarão a se sentir bloqueadas.

Quando isso acontece, as pessoas altamente sensíveis ficam irritáveis e com um humor difícil de suportar.

2. Não gostam de ambientes caóticos

Em nossa sociedade, o caos é sempre bem recebido. Parece que buscamos o ruído, a música alta, os estímulos fortes que nos afastem do silêncio.

No entanto, as pessoas altamente sensíveis fogem de tudo isso.

Receber muitos estímulos ao mesmo tempo pode ser enlouquecedor para elas. Aromas, sons, interrupções… Tudo isso elimina o equilíbrio que tinham até o momento.

Às vezes, chegam ao ponto que lhes incomoda o mero ruído de mastigar ou qualquer tique que alguém possa ter.

A reação que mostram diante dessas “pequenas coisas” é muito intensa e termina aborrecendo as pessoas ao seu redor, que não entendem o motivo de seu incômodo.

3. Levam as coisas para o lado pessoal

Para uma pessoa que é altamente sensível, a maioria das situações que experimenta é “pessoal”. Isso ocorre porque elas são muito empáticas.

Reagem de uma maneira muito intensa diante das injustiças sociais ou do dano que uma pessoa possa ter causado a outra de forma gratuita.

Isso também ocorre porque se fixam muito nos detalhes. São especialistas em analisar a linguagem não-verbal que comunica mais que as palavras.

Por isso, serão capazes de detectar sempre se você é confiável, se está escondendo algo…

Isso não agrada e deixa os outros desconfortáveis, porque, em geral, as pessoas não tendem a se fixar e analisar essas micro-expressões que todos temos.

Alguns acreditam que são fruto da sua imaginação, outros tentam dizer-lhes que “não levem para o lado pessoal”. Mas nada disso vai funcionar…

4. Precisam da solidão como do ar que respiram

Isso pode surpreender bastante o resto do mundo, pois em geral as pessoas evitam estar sozinhas, têm medo de se sentir afastadas de tudo e de todos.

No entanto, as pessoas altamente sensíveis buscam a solidão. Esse momento de paz e tranquilidade em que nada do exterior as afetará.

No entanto, isso pode causar aborrecimentos por parte de suas amizades, pois é normal que recusem os convites, que desliguem o celular durante um dia inteiro ou que não gostem de responder às mensagens.

Isso não significa que não gostem de passar tempo com os demais, mas sim que precisam de mais tempo que os outros para elas mesmas. Estar sozinhas, sem ninguém… Uma situação que lhes traz, às vezes, problemas com seu parceiro.

5. Se sentem alguma dor, não serão as mesmas

O equilíbrio das pessoas altamente sensíveis não apenas procede de seu interior, como também de seu exterior. Talvez porque estão muito ligadas a seu corpo.

Uma dor de cabeça ou de barriga, estar com fome ou qualquer outro tipo de mal-estar, pode ser insuportável e mudar seu humor, sem explicação alguma.

Tudo isso causa mudanças instantâneas em seu comportamento, que deixa as pessoas ao seu redor desconcertadas.

Às vezes é difícil lidar com pessoas altamente sensíveis, pois se colocar em seu lugar é muito complicado.

No entanto, não julgar, tentar perguntar para compreender e abrir nossa mente para sermos capazes de entender como veem o mundo será de grande ajuda.

Você é uma pessoa altamente sensível? Já conviveu com uma?

Fonte indicada: Melhor com Saúde

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

4 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here