Valorize quem lhe dedica seu tempo, pois ele não poderá ser recuperado

Imagem de capa: Gajus, Shutterstock

Devemos valorizar quando os demais nos dedicam seu tempo, já que é algo que não se compra com dinheiro. Por isso, é o melhor presente que podemos dar e receber.

Quando as pessoas que apreciamos e que nos apreciam nos dedicam seu tempo, ganhamos o presente mais maravilhoso e fascinante que existe.

Se pararmos para pensar, o tempo que investem em nós é algo que nunca recuperarão. Este, por sua vez, constitui um fato único e especial através do qual nos dizem que nos amam, que nos valorizam e que desfrutam de nossa companhia.

Nós costumamos nos esquecer de valorizar a importância deste gesto com espantosa facilidade. Isso muitas vezes promove a criação de conflitos e perdas de proximidade e intimidade entre duas pessoas.

Não é simples chegar a um correto equilíbrio de forças em um mundo no qual valoriza-se a rapidez. O fato que destaca este ponto é que o estresse nos acompanha até mesmo na hora de ficar com os amigos e de “desfrutar”.

Por este motivo é bom parar para pensar e dar valor a isso. Se alguém nos dedica seu tempo livre e, além disso, “cria” tempo para nos ver, podemos estar certos de que está nos dando o melhor presente possível.

São momentos que valem a pena guardar na forma de lembranças, pois o fato de nos brindarem com afeto nos torna possuidores das melhoras tintas que colorem nossas vidas.

Quanto vale uma hora do seu tempo?

A noite havia caído, no entanto, o pequeno menino fazia grandes esforços para permanecer acordado. O motivo valia muito a pena: estava esperando seu papai. Seus travessos olhos iam caindo pesadamente quando a porta abriu.

-Papai, posso fazer uma pergunta?

-Sim, claro. O que é?

–Papai, quanto dinheiro você ganha em uma hora? – disse com olhos muito abertos.

Seu pai, entre incomodado e cansado, foi bem cortante em sua resposta.

– Isso não é assunto seu, por que está me perguntando isso?

– Somente quero saber. Por favor, me diz, quanto você ganha por uma hora?

– 100 reais por hora – respondeu contrariado.

– Oh – O menino com tristeza abaixou a cabeça – Papai, posso pedir 50 reais emprestados?

O pai ficou furioso.

– Se a única razão pela qual queria saber o que ganho é para pedir dinheiro emprestado para comprar algum brinquedo tonto, então fique em seu quarto, não saia e pense em por que está sendo tão egoísta. Eu trabalho muito todos os dias para ter que lidar com este comportamento tão infantil.

O menino, em silêncio, fechou a porta de seu quarto. O homem se sentou e começou a ficar mais chateado pela pergunta do pequeno. Como se atreve a fazer tais perguntas somente para pedir dinheiro?

Depois de uma hora, o homem se acalmou e começou a pensar: Talvez houvesse algo que ele realmente precisava comprar com estes 50 reais. Apesar de tudo, o menino não pedia dinheiro com muita frequência.

Logo, se aproximou da porta do quarto do filho e a abriu.

-Está dormindo filho?

-Não papai, estou acordado.

-Estive pensando, talvez eu tenha sido muito duro com você. Hoje foi um dia longo e descarreguei minha frustração em você. Aqui estão os 50 reais que me pediu…

O menino se ergueu, sorrindo.

-Obrigado papai! – sussurrou o menino, enquanto colocava a mão debaixo do travesseiro e tirava várias moedas e algumas cédulas enrugadas.

O homem viu que o menino já tinha dinheiro e começou a se chatear novamente. O menino contou devagar seu dinheiro e logo olhou para o pai.

-Por que queria mais dinheiro se já tinha o bastante?

-Porque eu não tinha o suficiente, mas agora sim. – respondeu entusiasmado.

– Papai, agora eu tenho 100 reais. Posso comprar uma hora do seu tempo? Por favor, amanhã venha para casa cedo, eu gostaria de jantar com você.

O pai se sentiu agoniado. Abraçou o pequeno e suplicou por seu perdão.

Compartilhar tempo é presentar vida

Assim como podemos deduzir da história anterior, compartilhar momentos significa presentear vida. Se pensarmos na quantidade de mudanças que são produzidas através do tempo, provavelmente iremos nos constranger.

E mais, se nos aprofundarmos neste pensamento perceberemos que o tempo e a mudança podem ser considerados sinônimos. É a essência da vida, de nosso crescimento e de nossas relações.

A melhor maneira de corresponder a estes “te amo” que recebemos dos demais quando compartilhamos momentos é oferecendo tempo.

Não podemos nos esquecer de que nosso melhor investimento sempre será o tempo que dedicamos a nossa família e nossos amigos.

Não deixe para depois para falar a linguagem dos sentimentos através dos ponteiros do relógio.

Fonte indicada: Melhor com Saúde

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here