Minha ressaca tem o seu nome

Imagem de capa: Voyagerix, Shutterstock

Até agora não consigo entender como você desperta tantas coisas diferentes em mim. Te quero, te gosto, te amo e, ao mesmo tempo, te odeio. Mas, dizem que todo ódio, na verdade, carrega uma dose de amor e, acho que bebi ela toda, pois estou embriagada de amor por ti e, agora, o que resta é uma bela ressaca que tem o seu nome. Você despertou em mim medos bobos e uma coragem absurda, vai entender, né… Tive medo de te perder, de te fazer sofrer, de errar a mão no tempero, de te fazer pagar mico, de não ser o suficiente e tive coragem de declarar para você e para o mundo o quanto te gosto e admiro.

Depois de convivermos, também comecei a sentir o peso da minha imaturidade, que me fez errar muitas vezes por agir sem pensar, por deixar os sentimentos falarem mais alto que a lógica e me fazerem perder a razão. Comecei a entender que ser impulsiva é perigoso, principalmente, para mim. Mas, apesar dos seus pelos no rosto estarem começando a se transformar num princípio de barba, você também tem que amadurecer muito e começar a ser um homem de palavra e não esse moleque que adora brincar com o meu coração. Aliás, seja um homem de ação, pois já me cansei de palavras, promessas.

Dizem que devemos ter cuidado para não cair na lábia de quem tem um bom papo, mas, já experimentaram não cair nas letras de um escritor?! Pois, eu já. E tropecei em todas. Não consigo me soltar, principalmente, daquelas que me descrevem e expõem aquilo que nem eu reparei em mim, mas, o dito cujo transcreve nos mínimos detalhes nos versos mais bonitos que eu já li. Porém, ninguém vive só de palavras, meu caro. Por mais bonitas que elas sejam, uma hora é preciso agir e sair da zona de conforto das estrofes dos seus versos, que já estão perdendo a rima para mim.

Estou tentando pagar com a mesma moeda, mas acho que não sou tão boa quanto você, posso até brincar com as palavras, mas com o coração isso não se faz … Parabéns pelo novo visual. O cabelo cumprido e a tentativa de barba lhe deram um ar mais maduro, mas o brinco que você colocou não ajudou muito, apesar de eu ter adorado! E, não me escreva mais se os versos não forem entregues pessoalmente pelo autor, nas minhas mãos. Aqui em casa ou no meu quarto, onde você preferir…

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Rachel dos Santos
Paulistana, porém mineira de coração. Viciada em música e sorvete, adora filosofar no facebook e compor canções que guarda a sete chaves. Estudante de jornalismo , pretende construir um mundo mais bonito por meio de seus escritos. Acredita que a simplicidade é a chave que abre a porta da felicidade. Sempre usa reticências no final das frases porque sente que sempre há um pouco mais a se dizer...

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here