Tenha fé e aprenda ter positividade

Mais um dia, outra vez. Acordar, levantar, tomar café, e “#partiutrabalho”

Tem dias que essa rotina matinal muda, surgem aquelas famosas “pedras no caminho”, e aí te pergunto querida leitora: como você lida com essa pedras que a vida deixa pra gente?

Acreditar em algo superior é o que nos diferencia dos demais animais, seja um espírito, um Deus, uma energia. Não importa QUAL RELIGIÃO, o importante é ter fé que podemos ter uma vida melhor nesse dia a dia turbulento que enfrentamos sem cessar.

Eu já fui uma pessoa muito ansiosa, daquelas de perder noites pensando em coisas que nem tinham acontecido, sofria muito por antecipação e percebo que hoje a maioria das pessoas sofrem por esse mal. Ansiedade pelo futuro, ansiedade pelas emoções não vividas, ansiedade negativa. Se temos fé em algo a ansiedade some repentinamente. É preciso acreditar! Acredite em você, acredite em algo, mas ACREDITE!

Então, como ter fé e mais positividade nesses dias tão turbulentos?

CONSCIÊNCIA DE QUE TER ATITUDES POSITIVAS É UMA QUESTÃO DE OPÇÃO

Por mais difícil que seja aceitar, nós é quem escolhemos nossos estados emocionais. Sentimento é o que se refere à percepção do que estamos vivendo em determinada circunstância. Os sentimentos não são nem maus e nem ruins, são apenas informação passadas para gente. Nós é quem interpretamos se ele será um sentimento bom ou ruim, assim que entendemos da maneira que a gente quer. Nós escolhemos a atitude a ter diante da situação que estamos vivenciando ou pensando. O que importa saber, é que diante da sensação dos sentimentos e pensamentos negativos, você pode aceitar o que está sentindo e depois mudar o seu estado interno e colocar-se numa atitude positiva, com pensamentos orientados para solução.

Quer um exemplo? Suponhamos que você quebre um braço. No processo de recuperação, sempre que você forçar o seu “braço quebrado”, vai sentir dor (ótimo isso acontecer, o corpo tem que enviar sinais de dor para que a gente não continue forçando), como você não vai conseguir movimentar mais esse braço, vai acabar usando as outras partes do corpo, certo? O que se passa nesse exemplo é que, mesmo a pessoa tendo um problema, não se confunde com ele, sente que é capaz de ajudar a ela própria e ao problema (braço quebrado) e, assim, fazer uma recuperação mais eficaz. Essa pessoa teve uma atitude positiva em relação a situação, teve consciência do seu problema e decidiu organizar as outras partes do corpo para a solução do mesmo. Isto é, sem dúvida, uma atitude positiva.

Ao se sentir triste, desacreditada, desmotivada, tente lembrar que é o seu “braço quebrado” se queixando, é o seu problema se manifestando e chamando atenção. Reconheça isso, depois decida levar o problema em consideração e faço algo para se ajudar, algo positivo. Escolha melhorar, procurar uma solução, jamais se renda. Creia sempre em si mesma e faça coisas construtivas.

COMPARTILHE SUA POSITIVIDADE COM OS OUTROS

Chegamos até aqui na leitura e preciso te dizer: “você precisa compartilhar suas positividade com seu próximo”. Isso é reconfortante! É muito simples fazer isso. Seja agradável com as pessoas, diga a alguém as qualidades que você percebe nela, elogie sempre por alguma característica própria dela. Para alguém que tem significado pra você, diga o quanto o ama ou como essa pessoa é importante. Se alguma conhecida ou conhecido seu estiver pra baixo, não se junte às suas queixas, puxe-o pra cima, o anime =). Perceba em você o quanto de bom tem para oferecer para os outros. Olhe pra dentro de si e veja o quanto é capaz de ajudar os outros. Tente não apenas tratar as pessoas como gosta de ser tratada, mas também considerar como eles gostariam de ser tratados. Todo mundo aprecia a positividade e quanto mais você partilhar isso, mais você PRATICA essa atitude e reforça na sua própria vida.

Por fim, desejo que você acorde com seus sonhos/objetivos em mente e diga: hoje vou realizar meus objetivos, se aparecer empecilhos, vou encará-los. Cada sentimento ruim, vou trazer pra mim em forma de positividade e vencerei cada obstáculo! Não sou uma mulher maravilha da DC Comics, mas sou a mulher maravilha da minha vida.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS





Déborah Izy
Taurina, cerveja, ler, escrever, barzinhos, cinema, séries, filmes, super heróis, e amante da vida, acredito fielmente no amor. Gerencio a página em meu nome no Facebook: Déborah Izy. Espero que gostem e se identifiquem.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here