Se não for pedir demais me surpreenda, por favor!

Adoro pessoas desinteressadas que chegam e se aproximam sem nenhum motivo e descobrem vários para não ir. Gosto da espontaneidade, do riso frouxo, despojado e livre de quem sabe o valor que possui a curva mais bonita que estampa nosso rosto. Me admira muito aqueles que resistem às pancadas da vida com resiliência e fé, mesmo quando tudo está de cabeça para baixo conseguem ver o mundo em outra perspectiva e, até se adaptar a ela.

Respeito quem não enxerga a vida com essa ótica tão otimista e poética, mas me apaixono pelo eu lírico que nos guia por esse caminho de versos que nem sempre terminam em rima. Sou fã de quem ri de piadas ruins e conta outras piores ainda só pra ver quem é o melhor dos piores. Quebrar paradigmas é a modalidade favorita de gente estranha com jeito esquisito que se tornam inesquecíveis em nossas lembranças justamente por serem o que são.

Autenticidade é indispensável, afrodisíaco. Em um mundo saturado de modinhas e cópias ambulantes, personalidade é tudo. Amo quem mergulha de cabeça, sem medo da profundidade de alguns e da superficialidade de outros. Os comuns que perdoem, mas excentricidade é fundamental…

Imagem de capa: Irina Braga, Shutterstock

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Rachel dos Santos

Paulistana, porém mineira de coração. Viciada em música e sorvete, adora filosofar no facebook e compor canções que guarda a sete chaves. Estudante de jornalismo , pretende construir um mundo mais bonito por meio de seus escritos. Acredita que a simplicidade é a chave que abre a porta da felicidade. Sempre usa reticências no final das frases porque sente que sempre há um pouco mais a se dizer…

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here