Quando você chegar…

Talvez você me encontre distraidamente olhando o mar, num desses domingos de sol. Quem sabe numa segunda normal, eu derrube café nos seus sapatos (desculpa por isso, eu sou meio atrapalhada às vezes). Talvez, numa terça-feira chuvosa você esbarre em mim no elevador, com o casaco todo molhado e diga “nossa, que chuva hein”. Talvez em plena quarta você pegue o mesmo tomate que eu no mercado e eu fique vermelha como ele. Ou numa quinta de muito calor você faça algum comentário trivial comigo sobre o tempo enquanto espera na fila do sorvete. Talvez numa sexta você segure a porta da cafeteria pra mim com um sorriso gentil e um olhar manso.
Ou numa tarde normal de sábado você disque o número errado e venha até mim como o engano mais certo deste plano chamado vida.

E já peço desculpas pela minha talvez falta de jeito, timidez, meu sorriso contido ou meu olhar receoso, mas é que eu já me doei por pessoas que não souberam reconhecer o tamanho do amor que trago no peito.

Te peço só um pouquinho de paciência… E uma equilibrada dose de insistência. Porque eu te garanto: eu valho a pena.

E eu te aviso desde já, prepare-se pois vou te fazer a pessoa mais feliz desse mundo. Ou pelo menos, fazer de tudo pra que isso aconteça. Porque eu te garanto: eu valho a pena.

Vou te apresentar todos os meus clichês, mas agora repaginados.
Vou te apresentar a vida e o amor, caso ainda não os conheça.
Vou te levar pra conhecer lugares incríveis e te fazer duvidar de tanta felicidade.
Porque eu te garanto: eu valho a pena.

E não pense que vou te colocar no lugar de ninguém que já passou… Pois você é único, especial e diferente. Você é mais do que só alguém. Você é O alguém.
Aquele por quem, mesmo não conhecendo, eu suspiro. Mesmo sem saber onde está, eu procuro. E mesmo nunca tendo visto, eu sinto saudade.

Você é aquele com quem eu sonho e pra quem eu sempre reservei um lugar sagrado no meu peito.
Ele é seu de direito, venha, entra, senta… Quer um café?

É isso meu amor, agora estou pronta.
Admito que com uma pontinha de medo, mas pode vir, garanto que você não irá se arrepender de ter esbarrado em mim naquele dia.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Estela Meyer
Admiradora da simplicidade e dos bons corações. Inquieta, curiosa e viajante. Adora boas histórias, risadas, cafuné e chimarrão. Faz piada de si mesma e ainda acredita nas pessoas. Anseia por um mundo com mais sensibilidade, roupas de capuz e pijamas com bolsos. Sua mais nova aquisição é um longboard.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here