Por que você gosta de alguém?

Às vezes, não precisa de muito, sabe? É engraçado gostar de alguém. Você não gosta de alguém porque ele curte a mesma banda ou tem o mesmo sonho de rodar o mundo, não. Você gosta de alguém porque ele curte sertanejo, coisa que você não entende, mas ainda assim ele é interessante.

Você não gosta de alguém porque ele é bem-sucedido e gosta de tomar vinho aos sábados. Você gosta porque ele acorda tarde aos domingos e mesmo acordando cedo, você fica ali do lado, observando, fazendo planos malucos de um futuro na cabeça.

Você que nunca gostou de rosa se pegou sorrindo à toa quando ele apareceu com um boné dessa cor pra combinar com o dele azul. É estranho isso, não é? Saber que apesar de todas as diferenças e pequenos defeitos, o gostar continua ali e só aumenta.

Você não gosta de alguém porque ele se formou em medicina ou direito. Você gosta porque ele sabe contar piadas como ninguém e você não sabe. Aí você ri, perde o ar e até chora, às vezes, de tanto gargalhar. É disso que você gosta.

Saber lidar com as diferenças é essencial quando o assunto é o amor. Encontrar alguém que tenha as mesmas qualidades que você é muito fácil, mas achar alguém que seja diferente em inúmeros aspectos e ainda assim combine com você, é sorte e é bom demais. Amar é aceitar as diferenças e somar as qualidades.

Você não gosta de rock pesado, mas ele ama, então você ouve algumas músicas e ele fica muito feliz quando vê. Ele não gosta de acordar cedo e ir à padaria, mas sabe que você gosta do pão quentinho, mas não suporta fila, então ele acorda e vai mesmo assim.

Amor é encaixe. De alma, corpo e coração, mas é também um encaixe de cada parte que compõe você e quem você amar.

Ele não gosta de ler, mas lê os textos que você manda pra ele porque sabe que é um jeito seu de demonstrar amor.

Quase sempre, não precisa de muito. Basta duas pessoas dispostas a serem diferentes e se amarem por isso e não apesar disso.

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Isabella Gonçalves
Formada em Direito, apaixonada por livros, pessoas e céu cinzento. Escrevo porque gosto e quando quero. Inconstante, dramática, sonhadora. Vejo 100 onde há um. Vejo um onde há 100 vazios. Confiável, confiante, e que siga a vida! Adiante...sempre.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here