Sobre o amor que não acontece todos os dias

Obrigado por sorrir comigo. Por despejar carinho sem a necessidade de cobranças, desejando não mais que a reciprocidade de um amor tranquilo.

Obrigado por dividir conversas sobre a vida. Fala-se dos sonhos, dos planos e vontades em estarmos juntos, mas sem a perda da individualidade. Para ter um amor que soma, que é sadio, ambos escolhemos deixar o passado para trás em busca de um caminho novo.

Obrigado por mostrar-me o quanto é gostoso sentir saudade. Porque nessas pequenas pausas entre nós, a ausência é apenas uma palavra. A nossa felicidade não é medida pelo tanto que passamos, mas pelos instantes que saboreamos com sinceridade.

Obrigado por acreditar novamente no amor. Sim, ele não acontece todos os dias, mas bastou um sorriso e uma canção para que viesse ao nosso encontro.

Obrigado por permitir-se estar ao meu lado. É liberdade amar nós dois.

“Só quero o amor das grandes paixões
Ser como crianças no parque de diversões
Aquele amor que em menos de um instante
Faz a vida girar numa roda gigante”




DEIXE UMA RESPOSTA