Muitas vezes a gente só precisa de um pouco de tempo e paciência.

A gente passa por muito momento difícil nessa vida que parece mesmo que não vai acabar nunca. Sentimos dores que, apesar de ter ouvido por aí zilhões de vezes que o para sempre não existe, parece que vai doer eternamente. A gente cai, quebra a cara e tem a sensação de que daquela queda não vai ser possível levantar-se mesmo. Chega a ser aterrorizante. Angustiante.

Existem dores tão devastadoras, que nos fazem esquecer que já sentimos outras anteriormente e que elas passaram. Mas a gente não consegue se lembrar disso. E só se foca na destruição do nosso íntimo. No entanto, deixa eu te falar: o tempo, por mais clichê que pareça, traz a cura. Ele é capaz de colocar ordem em qualquer desordem. É capaz de cicatrizar qualquer ferida aberta, exposta. E, vai por mim, isso aí que você está sentindo vai passar.

A gente só precisa ter um pouco de paciência, força de vontade e crença. É preciso crer que merecemos a paz de um coração que suspira de alívio. Precisamos crer que a força superior que nos rege, e que foge do nosso entendimento, age sobre nossa vida e nesse momento não será diferente. E em uma parceria magnífica com o tempo, essa força nos restabelece. Reergue-nos. E fecha a ferida que só parecia aumentar.

Tenha calma, nenhuma tempestade dura para sempre. Nenhuma bagunça que traz malefícios permanece por tempo indeterminado. Nenhuma dor é eterna. Tudo ameniza, cicatriza, acalma. E, ao final de cada momento difícil, a gente consegue respirar aliviado, com o coração tranquilo, alma em paz e o pensamento de que foi mesmo preciso passar por aquilo, sair mais forte e certo de que nenhum fardo que não possamos carregar é nos dado. Acredite!

COMPARTILHAR
Ana Luiza Santana
"Estudante de psicologia, nascida no Pernambuco, mas escolhida pela Bahia(amo). Intensa por naturalidade e louca por amor. Completamente apaixonada por abraços apertados, sorrisos e pessoas de aura leve e energia positiva."



DEIXE UMA RESPOSTA