Demissexualidade: Sexo só depois do amor

Demissexualidade é o termo utilizado para descrever uma forma de relacionamento peculiar, onde a atração sexual só aparece depois de estabelecido um vínculo psicológico, intelectual ou emocional (ou tudo isso junto) com o parceiro. Demissexuais, como podem ver, não são pessoas que sentem atração sexual pela Demi Lovato.

Para ilustrar, considere essa comparação: um sapiossexual – conforme abordado nesta matéria – sente atração sexual por pessoas inteligentes, deixando de lado características físicas e padrões de beleza, enquanto que o demissexual nem está pensando em sexo! Difícil, se imaginarmos os jovens modernos, apressados e preocupados quase que exclusivamente com a satisfação sexual, não é mesmo? Mas os demissexuais existem.

Quando as pessoas escutam ou leem sobre demissexualiadade geralmente imaginam que seja algo bastante comum, afinal de contas o amor continua sendo importante para o sucesso de um relacionamento. O erro desse raciocínio reside no fato de que as pessoas querem, via de regra, se envolver sexualmente com seus parceiros. Isso pode acontecer no primeiro, no segundo ou no décimo encontro, por exemplo. Não é o fator temporal que determina se uma pessoa é ou não demissexual, mas a maneira como ela enxerga o contato humano.

Para se ter uma ideia, a demissexualidade é uma zona de indefinição localizada entre os assexuais (que não possuem nenhum interesse em sexo ou mesmo repudiam a prática sexual) e os alossexuais (que podem se sentir atraídos sexualmente por qualquer outra pessoa). Os pervertidos de plantão estão absolutamente fora dessa categoria. Também não há espaço para pessoas que ficam por ficar, prática muito corriqueira nos dias atuais. A explicação é simples: para um demissexual, a conexão é o mais importante.

Conexão é, por sinal, a palavra-chave para entender demissexualidade. Tudo depende desse vínculo quase transcendente com o parceiro. E, de certa forma, a conexão é o que dá prazer aos demissexuais. O sexo surge depois, bem depois. Talvez seja justamente por isso que os demissexuais recebam uma torrente de críticas, questionando se tudo não passa de um problema psicológico ou coisa parecida. Fato é que os demissexuais estão por aí, perdidos no meio da multidão.

Eles amam intensamente e definitivamente não estão procurando por sexo.

COMPARTILHAR
Valter Junior
Amante de café, boas ideias e mulheres de atitude. Adora conhecer pessoas, filmes e músicas novas. Fundador do Puta Letra. Pai de um livro, esperando o segundo bebê.



DEIXE UMA RESPOSTA