Obrigada por ter sumido sem se despedir

Por um momento eu pensei que o problema fosse comigo, mas não, não é. Enquanto nos conhecíamos, eu fui inteira, fui honesta. Era eu mesma naqueles momentos que estivemos juntos. Eu não fingi, não contei mentiras, não inventei histórias, eu apenas vivi, e como vivi. Você também viveu, ou pelo menos passou isso pra mim. Mas a linha que nos separa e que nos difere, é a coragem de falar o que tem pra falar, e a honestidade que você não tem.

Quando eu disse que gostava de você, havia sinceridade nas minhas palavras. Hoje percebo que quando você disse que “estava me curtindo”, era uma frase pronta para dizer a todas com quem você saía. Antes eu me taxava de “boba”, hoje entendo que eu era um aprendiz. Homens como você, infelizmente, o mundo está cheio. Então, obrigada por ter sumido sem se despedir. Você não teve a coragem de dizer seus motivos para ir embora, você simplesmente foi. Suas respostas nas mensagens eram curtas e vazias, não era mais como antes. Os convites para sair nunca mais aconteceram, e eu passei a ser a ignorada da vez. Mais uma vez, obrigada por ter sumido sem se despedir.

Hoje eu não caio mais nessa, aliás, eu caio, mas caio por que quero. Hoje sei os riscos que estou correndo quando conheço alguém. Hoje entendo que a maioria não consegue olhar nos olhos e dizer que não quer ou que “não dá mais”. Hoje eu sei que essa geração do imediatismo vai me trazer muitas decepções ainda, mas existe uma diferença entre decepção quando você não sabia que estava sendo enganada, e decepção quando você meio que esperava por isso. Eu estou preparada, graças a você. Só queria te dizer pra você ter mais empatia pela próxima, pra não contar mentiras enquanto você a conhece. Se algum dia você sentiu algum sentimento, em respeito a ela e ao sentimento que você sentiu, diga algo antes de ir embora. Diga pelo menos que vai, mas não some DO NADA. Acredite, a gente prefere levar um fora do que sentir aquilo de culpa. Você não tem noção do tanto que nos culpamos e do quanto criamos expectativas.

Seja homem, seja humano. Enquanto você acha que está nos poupando de algum sofrimento, você está apenas abrindo uma ferida maior. Diga que não me quer, que não gosta do meu beijo ou de como nos pegamos, diga que a culpa é sua, que o problema é com você ou que é de ambos, mas diga alguma coisa, só não some! Talvez algumas mulheres sejam apenas parte da sua coleção e tudo que estou dizendo aqui, não tenha menor importância para você, mas cuidado, somos cobrados pelo nosso caráter, por isso a importância da empatia. Eu só queria te dizer isso, mesmo que você não esteja lendo, mas o fato de eu dizer, me torna mais consciente de que tudo isso pode acontecer de novo, com outra pessoa. Mas como fui sua aprendiz, essa armadilha, eu já não caio mais.

COMPARTILHAR
Déborah Izy
Taurina, cerveja, ler, escrever, barzinhos, cinema, séries, filmes, super heróis, e amante da vida, acredito fielmente no amor. Gerencio a página em meu nome no Facebook: Déborah Izy. Espero que gostem e se identifiquem.

RECOMENDAMOS



13 COMENTÁRIOS

  1. Acabei de passar por uma situação igual, é mto chato. Vc fica sem entender o pq, fica aquele sentimento de rejeição, de culpa, o q fiz de errado? Mas quem saiu ganhando fui eu, c certeza foi um livramento, cedo ou tarde ele terá seu castigo. Adorei seu texto, parabéns!

    • Obrigada gente!

      Sei como é dolorido passar por isso, mas as coisas se ajeitam no tempo certo. A gente tem só que tentar ajeitar as coisas também.
      Fazendo o nosso melhor.

  2. Deborah, estou passando por essa mesma situação, achava que era o único que tinha passado por isso, mas lendo seu texto (perfeito) e os comentários vejo que eu não estou só nessa luta. Todo dia acordo analisando a situação, relembrando os momentos, tentando encontrar uma resposta, porém está muito difícil. Estou me sentindo culpado ao extremo, e nem sei se culpa tenho. Espero um dia ficar bem e esquecer tudo isso. Força para nós! <3

  3. Passei por uma situação idêntica a essa, a pouco mais de um ano e foi muuito difícil pra mim. Eu ficava procurando razões pra isso ter acontecido e achava ( e ainda acho) que parcela da culpa era minha por me doar de mais e verdadeiramente. Passei um ano inteiro esperando ele voltar e nada. Mas com o tempo a gente acaba se acostumando com essa situação forçada.

  4. Que texto perfeito , parece que você descreveu um relacionamento que tive, mas eu aprendi e hoje mé sinto mais forte. Obrigada pela liça meu grande professor da vida!!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here