O poder do encantamento

Que nunca me falte o encantamento

Com a vida,

Com as pessoas,

Comigo mesma,

Com os acontecimentos,

Com o mundo…

Que a rotina não me faça alguém amargo, que acha que tudo (inclusive o negativo) é normal

Que eu nunca me torne um ser miserável por não me admirar mais com nada

Que não deixe de me espantar com as coisas simples, e com as extraordinárias

Nem de me sublimar com todo tipo de fato ocorrido à minha volta…

Que eu nunca olhe para o mundo com um olhar de conformação

Nem ache que algo perdeu a graça por não ser mais novidade

Que sempre veja a grande significância até das coisas mais singelas

Assim como mantenha a capacidade de ver o lado bom inclusive dos fatos não desejados

E nunca deixe de me deslumbrar com a vida que, por si só, é um grande milagre…

Que me deslumbre com a inocência genuína das crianças

E desfrute do amor incondicional dos animais

Que eu me maravilhe em ter saúde e tranquilidade

Brinde cada dia a mais de vida

E me entorpeça com toda a gama de sentimentos que extravasam do meu peito…

Que eu lembre de, periodicamente, olhar para o céu e lembrar que faço parte de algo muito maior

E sempre encontre tempo para regozijar as estrelas e me perder no horizonte do mar

Que não desatente ao canto dos passarinhos que todos os dias tentam me acordar

Nem deixe de me aconchegar no calor dos raios de sol batendo no meu corpo

Ou de me entregar a um delicioso banho de chuva num dia de calor…

Que cada amanhecer renove meu entusiasmo

E em todo pôr do sol eu sinta a alegria de estar vivo

Que cada respiração minha traduza a mais profunda gratidão E alimente, cada vez mais, o meu encantamento…

Afinal, sem ele – o encantamento – não somos plenos

Ele traz a doçura, a leveza e a energia tão necessárias

Mostra a face real de tudo e de todos

Tirando a cegueira que os golpes da vida podem ter nos trazido de brinde…

Então encantemo-nos e reencantemo-nos pela nossa existência

Pela natureza, pelos seres humanos, pelo ar que respiramos

Pelos amores que a vida nos deu, pelas alegrias cotidianas

Pelas oportunidades surgidas, pelos sonhos almejados

Pela sutileza dos sentimentos, pela simplicidade da vida

Por tudo, enfim.

COMPARTILHAR
Susiane Canal
“Servidora Pública da área jurídica, porém estudante das questões da alma. Inquieta e sonhadora por natureza, acha a zona de conforto nada confortável. Ao perder-se nas palavras, busca encontrar um sentido para sua existência...”



DEIXE UMA RESPOSTA