Fique com quem vê beleza nos remendos do seu coração

O meu coração tem marcas e ranhuras profundas, nas quais bem poucos conseguem enxergar beleza. Mas eu não troco meu coração remendado por qualquer outro. Tão pouco me lamento pelos trincados profundos ou pelas fendas que um dia me doeram fundo na alma.

Coração remendado é artigo único. É artigo precioso em um tempo no qual se atribui um extraordinário valor ao novo.

Cada fenda do meu sentir conta uma história minha, conta um tempo, uma pessoa, uma lição e uma experiência particular. Fendas são cicatrizes que contam de uma vida experimentada, ousada, tentada e vivida.

No Japão, quando objetos de porcelana se quebram, eles são remendados com laca e pó de ouro. Os japoneses acreditam que quando um objeto sofre algum dano, certamente guarda uma bonita história e, por isso, merece ser reparado.

Quando alguns vasos se quebram, eles não perdem seu valor. Pelo contrário, ao serem reparados, eles se tornam únicos e especiais e passam a ter um valor inestimável.

O meu, e o seu coração, tem um valor inestimável. E o ouro que nos remenda, indica que adquirimos um punhado de sabedoria na vida, que desenvolvemos qualidades e superamos falhas. Que estamos, mais uma vez, prontos para recomeçar.

Cuide de seguir em frente com serenidade, dando a si mesmo a chance de encontrar nas trilhas da vida pessoas que se remendaram, se refizeram e se amaram.

Refaça-se quantas vezes for preciso (assim é a vida) e permita-se ver que apenas quem entende a beleza de um coração remendado pode amar e aceitar o outro… bonito como é.

Acompanhe a autora no Facebook pela sua comunidade Vanelli Doratioto – Alcova Moderna.

COMPARTILHAR
Vanelli Doratioto
Vanelli Doratioto é uma escritora paulista, amante de museus, livros e pinturas que se deixa encantar facilmente pelo que há de mais genuíno nas pessoas. Ela acredita que as palavras são mágicas, que através delas pode trazer pessoas, conceitos e lugares para bem pertinho do coração.



DEIXE UMA RESPOSTA