Reticências… – Antônia no Divã

Se você, como eu, é do sexo feminino, solteira e tem idade próxima dos 30, vai me entender.

Olá. Meu nome é Antônia, eu tenho pouco mais de 30 anos e ainda não casei. “Olá Antônia!!” – imagino outras solteiras balzaquianas respondendo em uníssono como em um grupo de apoio. Venho a este púlpito da verdade admitir que minha tolerância está por fio. O que tem acontecido cada vez mais em minha rotina diária, ainda que vivendo na era do empoderamento feminino, é que todo eventual encontro com parentes, amigos distantes ou conhecidos, tem se resumido a mesma inquisição e AQUELA sentença:

“Com quantos anos tu tá?” E AINDA não casou? Olha, SE não casou até os 30 …”
Reticências … Eu ganho reticências. Um PONTO FINAL pra cada dezena que carrego nas costas. Como se fosse um castigo. Como se eu tivesse pedido alguma opinião. Pensando em ajudar estas pessoas – não as solteiras de 30, mas aqueles que ainda em 2016 impõe deadline e meta para o projeto de vida alheia – resolvi disponibilizar algumas opções para a substituição das reticências. Aqui vamos nós:

“Olha, se não casou até os 30 …”
( ) você vai casar depois dos 30. Se quiser, é claro.
( ) você ainda tem muito tempo para se preocupar com isso. Ou tempo nenhum, se não quiser.
( ) você devia estar ocupada até agora “não casando”, certo?
( ) você está avaliando as suas opções – de vida, não apenas de marido.
( ) você não casou com a pessoa errada, e por isso lhe saúdo.
( ) você ainda pode casar com Príncipe Harry e ter filhos ruivos. Se quiser.
( ) você provavelmente pós-graduou, viajou, trabalhou, #tudojunto&misturado.
( ) você ainda tem aquele caderninho preto recheado de números interessantes.
( ) você poderia conhecer meu primo se quiser, ele é um baita cara!
( ) você evitou de divorciar-se aos 40.
( ) você tem um amigo com benefícios pra chamar de seu.
( ) você tem um plano de réveillon/carnaval no Rio só com as amigas.
( ) você chama a noite de 4ª feira de “Happy Hour”, nem dia do sofá ou do futebol.
( ) você acredita em príncipe do cavalo branco. Ferrari branca. Bicicleta branca. Cueca branca.
( ) você gosta de namorar / ficar/ trepar / ou … reticências (aqui vale!).
( ) você deve adorar ter um banheiro só seu.
( ) você está ralando pelo primeiro R$ 1 milhão, acertei?
( ) você não se preocupa com famoso “chopp com os amigos”, muito mais com o “chopp com as amigas” né?
( ) você se depila quando quer, não to certa?
( ) você pode escrever a continuação de “Comer, Rezar e Amar”.
( ) você sabia que Gael García Bernal, tá solteiro? (ai Gael…)
( ) você ainda terá a maravilhosa experiência de encontrar o amor da vida; Ou não, e tudo bem.
( ) todas as opções acima. Na dúvida, nem inicie a frase.

Hoje o aprendizado é direto, e o discurso aqui é curto. Igual a nossa paciência com esse tipo de imposição.

Ponto final. Sem reticências.

COMPARTILHAR
Antônia no Divã
Uma questionadora fervorosa das regras da vida. Viajante viciada em processo de recuperação. Entusiasta da escrita. Uma garota no divã figurado e literal. Autora do blog antonianodiva.com.br.



DEIXE UMA RESPOSTA