Quero escrever sobre você

Vem fazer parte das minhas madrugadas em claro com uma caneta e um papel. Invade minhas inspirações repentinas no meio da rua, encha meu peito para que ele transborde em um texto cheio de sentimentos.

Me deixa fazer o primeiro sobre você, me permita contar os detalhes de como me sinto quando você está por perto. Vou descrever os teus sorrisos, teus toques e seus beijos. Me deixa contar como a tua risada se tornou o som mais lindo do mundo e como as borboletas vieram morar em mim novamente. Me deixa criticar seu mapa astral, ou então contar como sua Lua te torna um ser incrível, se for o caso.

Vou escrever também das vezes que fiquei agoniado sem uma resposta tua, das vezes que fiquei na dúvida porque não estava pronto e também dos sorrisos que você me arrancou quando me disse: “vai ficar tudo bem”. Vai ter também sobre a vez que você me viu chorar e aguentou quieto só pra eu me acalmar e vai ter aquele que vai vir carregado de dor, porque suas lágrimas pesaram no meu colo.

Dissertarei sobre as brigas bobas nas quais fui orgulhoso demais pra admitir meu erro. Existirão parágrafos sobre como é bom acordar ao seu lado e também como um sábado à noite em casa pode ser incrível, se formos somente nós dois.  E as nossas viagens! Quantos e quantos cadernos poderão ser preenchidos com tudo que sentirei em cada uma delas. Com o pôr do sol, com o ano que viramos lado a lado e com aquele montanha acima das nuvens em que vai acontecer o “eu amo você”.

Terão os de crise, nos quais eu vou descobrir mais um lado seu e estarei aprendendo a lidar com ele. Escreverei sobre nossas risadas, nossos gritos, nossas alegrias e conquistas, sobre como nosso sexo é bom e único e sobre nunca irmos dormir brigados.

E se for preciso eu escreverei aquele depois que você partir. Aquele depois de uns meses sem você e por aí vai, até toda a dor do fim ter saído do meu peito, lavando suas marcas e seus pedaços que estarão morando comigo.

Só não deixa eu escrever aquele em que eu deixei de tentar por medo, aquele que você desistiu fácil demais e nem aquele em que eu sou um “cara incrível e você não está pronto”. Quero escrever sobre você e sobre como tudo isso estava escrito pra acontecer.

COMPARTILHAR
Gabriel Bernardi
"Estudante de Rádio, Tv e Internet, Cinema e amante da arte de se expressar por palavras. Canceriano, ascendente em Libra, acredita que o amor muda a forma que vemos o mundo e como levamos nossa vida. Livros sempre foram seus melhores professores, nos trilhos de trem e metrô aprendeu muito sobre pessoas. Considera um prazer escrever pra si mesmo e agora uma honra ser lido por você."



DEIXE UMA RESPOSTA