Não se torne aquilo que te feriu: seja quem você deseja ter por perto

Todos nós temos um caos dentro de si…

Seres humanos erram o tempo todo. Por vezes, machucamos sem nenhum motivo. A verdade, é que ninguém merece ser machucado por alguém. Antes de ferir ou aplicar uma vingança, uma conversa seria a solução para qualquer problema. Agressões, verbais ou morais, são apenas argumentos fracos de quem não sabe se defender. Todos nós temos fraquezas, cada um da sua maneira. Existem pontos fracos, nos quais, um pingo é letra. Alguns, se aproveitam deles, já outros, se fortalecem com as suas falhas.

Não se torne aquilo que te feriu. Quanto mais as pessoas cometem falhas, mais você deve tentar acertar. Amadureça com as mancadas alheias. Faça tudo o que estiver ao seu alcance, do possível ao impossível. Estipule limites para os seus esforços, faça até aonde aguentar. Não force a barra. Quando fizer, faça bem feito, não meia boca. Faça por completo, não pela metade. Ofereça inteiro, não apenas uma parte. Seja coração, mas mantenha em equilíbrio a razão e a emoção. Entregue-se, arrisque-se, permita-se. Não aceite migalhas, você não é um passarinho para se contentar com pouco. Sinta o sangue correr nas veias, a ansiedade arrepiar a espinha, o cabelo voar no vento, a adrenalina causar um inexplicável calafrio. Sinta a vida e viva, sem perder tempo.

Não faça com os outros, o que não gostaria que fizessem com você. É simples a compreensão. Se doeu em você, não faça o próximo sofrer. Conquiste sorrisos, seja uma companhia leve. Reclame menos, agradeça mais. Mantenha a alegria evidente no seu comportamento. Aproxime-se de pessoas positivas. Seja a paz no momento de aflição, a luz que reflete no final do túnel. Respire um pouco mais fundo, ter paciência é uma dádiva de poucos. Calma, não tenha pressa. Organize a sua bagunça, estabeleça prioridades, saiba aonde você deseja chegar. Sonhe alto, queira grande, compartilhe e não seja egoísta. Deixe o seu melhor por onde passar, as pessoas interessadas vão reparar em você. Acredite.

Não desista porque não deu certo. Borrachas existem para apagarmos e recomeçarmos do zero. Existem novas oportunidades esperando para serem descobertas, não feche as portas. Abra a janela, respire novos ares. Você não se torna alguém pior, por estar se sentindo frustrado, humilhado, decepcionado. Reflita, de coração aberto: perde quem o fez assim. Lembre-se, você foi amor do começo ao final, não se culpe por aquilo que a outra pessoa escolheu. São decisões que nem todos sabem tomar, porém, a verdade é sempre melhor do que a mentira estendida. Se começou errado, acaba mais rápido. Não se prospera o que apenas um dos lados almeja. Todo relacionamento precisa ser reciproco, os sentimentos necessitam estar alinhados, em sintonia.

Faça o oposto da sua fraqueza: se fortaleça! Por vezes, nem precisamos errar para aprendermos com eles. Se conseguirmos reparar ao nosso lado, certamente, tiraremos proveito de atitudes que admiramos e, outras, que reprovamos. Sendo assim, não repita com outra pessoa, o que fizeram com você. Não guarde mágoas ou chateações. Perdoe, verdadeiramente, mesmo que não exista um pedido de desculpas. Acerte sempre que possível. A crença de encontrar alguém que vale a pena, fará você seguir com a consciência tranquila.

Leve com você tudo aquilo que não souberam ou não quiseram valorizar. A solidão é sempre dolorida. Machuca ainda mais quem não gosta de si mesmo, quem não se olha no espelho e não enxerga uma pessoa incrível diante do reflexo, quem não reconhece o próprio valor e não valoriza as qualidades, quem não aprendeu a escutar, se amar e se respeitar. O remédio para curar a sensação de vazio chama-se autoconhecimento, com doses homeopáticas de amor próprio. Para isso, observe mais, continue em busca de conquistas, identifique os seus sentimentos, ouça a sua própria voz e respeite os seus sentidos. Aos poucos, e cada vez mais, você vai se conhecendo e gostando da sua singularidade, diante de tantos semelhantes ao redor.

Afinal, só sente a solidão, quem ainda não aprendeu a lidar com a própria companhia.

Esquece tudo o que passou e vai logo ser feliz!

COMPARTILHAR
Jéssica Pellegrini
Nunca confie em uma escritora confusa e romântica. As controversas entre um texto de amor e outro de desilusão, podem causar questionamentos pessoais. Consequentemente, sequelas mais graves.



1 COMENTÁRIO

  1. Suas palavras simplesmente se reconhecem nos meus sentimentos e pensamentos… É como encontrar tradução para os sentimentos que estão dentro de mim em estado de latência. Na verdade, descreve minha jornada de autoconhecimento e reconstrução após um coração estilhaçado. E não sinto pena de mim, nem mágoa de outrem. Sou grata pela experiência e pelo que pude aprender sobre mim mesma. E principalmente sobre como não agir com outros da mesma forma, mas sim, do modo como eu não gostaria de ser tratada.

DEIXE UMA RESPOSTA