Não se entregue tanto para alguém, a ponto de sentir falta de você mesmo

Eis aqui todas as palavras entaladas, todos os sentimentos e frustrações…

Relacionamentos são feitos para somar, não para subtrair. Eu ofereço o meu melhor e, logo, espero que os sentimentos sejam recíprocos, as atitudes também. É tudo uma troca, um desafio e, por inúmeras vezes, aquela respirada mais longa depois de uma crise. Relacionamentos são reflexos de experiências, do que você espera e deseja para a sua vida. Quando você se doa pouco, certamente, vai receber o mínimo de volta. Não é preciso mergulhar de cabeça desconhecendo a profundeza do rio, mas sim, estar disposto a descobrir e tornar-se uma pessoa intensa em uma superfície, aparentemente, rasa de início.

Ao longo dessa caminhada cansativa de erros e acertos, aprendi o que parecia óbvio: mudamos por nós e, consequentemente, ficamos melhores para o outro. Ninguém muda por alguém, mudanças devem acontecer quando verdadeiras, quando sentimos a necessidade de rever as qualidades e defeitos e, dessa forma, buscarmos conhecimentos em meio toda essa ignorância que nos acerca. Julgar e apontar o dedo é sempre fácil, complexo é enxergar o próprio umbigo e colocar-se no lugar do outro. Paciência é uma dádiva que poucos conseguem ter. Insistir, persistir e não desistir, mesmo com tantas opções ao redor, é a verdadeira tradução do seu querer. Lealdade é uma escolha, fidelidade é um sentimento, não uma opção. Quem quer, fica porque gosta, não por obrigação. Quando você se sente atraído, a traição acontece com você mesmo. Pois, onde habita-se o amor, não existe espaço ou brecha, para nenhuma dúvida. Ele é certeiro e preciso.

Uma paixão é capaz de causar terríveis transtornos em nossa mente e coração. Ela domina os pensamentos, faz com que mudemos a percepção dos fatos e não enxerguemos o que poderia nos machucar. Gostar de alguém, quando não controlado, pode ser um perigo fatal. Admiro as pessoas que fazem do possível ao impossível pela felicidade do outro, mas vamos com calma. Antes de qualquer coisa, é importante estar bem com você mesmo. Sacrificar os próprios sorrisos, abrir mão do que é importante para você, largar pessoas no trajeto ou tornar-se um alguém que você não é, somente para agradar o outro, é o significado do seu desequilíbrio emocional.

Pense! Alguém vai gostar de você, exatamente do jeito que você é. E, sim, você terá que crescer muito para fazer dar certo o relacionamento. Mas de forma natural, onde levar na cara hoje, amanhã será convertido em experiências. Só nos tornamos maduros, quando caímos verdes de uma árvore bem alta. Todo mundo precisa dessa queda para aprender, não espere apodrecer e amadureça aos poucos. Compreenda que imparcialidade não vai te levar há lugar algum. Saber aonde quer chegar é o primeiro passo rumo ao sucesso. Se imponha, seja você, acima de qualquer preconceito ou contratempo, pois, enquanto você está preocupado com o que estão falando, esse mesmo alguém que te insulta, está aproveitando todas as oportunidades que aparecem para se beneficiar das suas falhas.

Fale menos, escute mais. O silêncio também é resposta, mesmo que dolorida. Não deixe de lado os seus sonhos, compartilhe-os com quem se interesse, ao menos, em saber quais são eles. Entregue-se, de corpo, alma e coração. Não seja pela metade, precisamos de inteiros. O fato é, que o amor da sua vida pode estar do seu lado, cabe a você, saber valorizar e reconhecê-lo. Enquanto fizer tudo igual, os resultados não serão diferentes. Chegou o momento de colocar seriedade, onde só existe diversão. A vida exige que nos tornemos gente grande, não fuja das suas responsabilidades se mostrando uma criança.

Ame-se. Do jeito que você é, de fora para dentro.

Fui obrigada a me acostumar com a insensibilidade e o egoísmo das pessoas, mas espero que a partir de hoje, elas se acostumem com as minhas ausências.

Estou precisando conhecer gente nova.

COMPARTILHAR
Jéssica Pellegrini
Nunca confie em uma escritora confusa e romântica. As controversas entre um texto de amor e outro de desilusão, podem causar questionamentos pessoais. Consequentemente, sequelas mais graves.



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA