Pra você que saiu da minha vida e agora quer voltar

Por Flávio Jonathan

Não sou nenhum vidente, mas sabia que um dia essa ligação chegaria, mesmo sem esperar por ela. Demorou pra cair a ficha que era você. Na verdade, ainda não caiu.

Uma pena o orgulho ter te corrompido à ponto de não deixar que você discasse meu número e me dissesse toda a verdade sem mentir ou omitir.

Eu tentei. Juro que fiz o melhor que pude, e o que não fiz foi por não ser perfeito.

Eu não te pedi muito. Quando entrou na minha vida, eu pedi apenas uma coisa: Sinceridade e Reciprocidade. Não adiantou.

Quem gosta não maltrata, não machuca e muito menos brinca com o sentimento alheio.

Eu quis correr. Sair fora. Por mais de uma vez. Você me pediu paciência. Eu tive e você sabe que não foi pouca.
Seu choro engasgado do outro lado da linha, não irá me comover. Não dessa vez. Dessa vez, eu aprendi. Aprendi a dizer não. Um “não” para você e um “sim” para mim. “Não” para todas as vezes que fui imprudente e me entreguei já sabendo onde isso ia dar.

Eu assumo. O maior culpado disso tudo, está longe de ser você. Sou eu. Fui eu quem deixei de ir embora quando já deveria ter ido. Fui em quem te deu o peito pra deitar quando você não pensava duas vezes em ferir o coração que batia dentro dele.

Acontece. Às vezes, por mais de uma vez. De verdade que não me vanglorio disso. Desejaria que essa ligação nunca tivesse ocorrido e a gente nunca tivesse se separado. Conheci pessoas. Me apaixonei novamente por um lindo sorriso e continuo minha caminhada. Joguei a última pá de terra sobre nossas memórias que doíam.

Me desculpe, mas você voltou na hora errada e na verdade acredito que nunca terá hora certa pra você voltar. Sua ligação demorou demais e já perdi a fé nesse amor.

Quando se apaixonar de novo, seja de verdade. Não espere sentir a mesma dor que me causou pra perceber o que perdeu. Você vai querer ligar e novamente pode ser tarde. A pessoa do outro lado pode nunca mais atender. Quando deixamos alguém entrar na nossa vida, é pra cuidar e não pra sumir e depois querer volta.

via Do Amor e Outras Coisas

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



DEIXE UMA RESPOSTA