Gosto de pessoas que fazem dos pequenos, grandes momentos

As relações positivas nos ajudam a neutralizar o estresse e a ansiedade. Cercar-nos de pessoas otimistas nos ajudam a valorizar os momentos e a tirar maior partido deles.

Eu gosto de pessoas que acrescentam e não subtraem, gosto de quem é capaz de trazer otimismo quando estou em momentos escuros.

Estas são pessoas que nos enriquecem e nos convidam a imitá-las, para crescermos com elas, porque entendem a linguagem da dificuldade e saíram fortalecidas nesses momentos de dificuldade pessoal.

Estamos certos de que ao seu redor, você tem que alguém com estas características. Provavelmente, elas são muito poucas e que você mal pode contá-las nos dedos de uma mão.

Não se preocupe, os seres que são significativos, embora não sejam muito abundantes, estão sempre por aí: nos trazendo luz e força quando mais precisamos.

Portanto, você não deve se esquecer de cuidar delas e de conseguir que pequenos momentos ao seu lado se transformem em grandes momentos.

Pequenos momentos que constroem uma vida

Vivemos em sociedades quase automatizadas. Os hábitos e rotinas governam nossas vidas diárias a ponto que já não nos deixarmos levar pela magia do inesperado, do caótico.

Nós sentimos que, se sairmos da pauta, dos horários, e dos costumes que temos estabelecido, as coisas não vão funcionar. Isso não é o adequado, temos que aprender a ser mais flexíveis e, acima de tudo, ser receptivos a estes pequenos detalhes que podem nos trazer a verdadeira felicidade.

As rotinas rígidas nos impedem de ver a magia da vida

Faça um pequeno exercício. Quando você sair de manhã para trabalhar, para fazer compras ou levar seus filhos para a escola, olhe para todas aquelas pessoas que têm os olhos no celular.

É como se todas as suas vidas estivessem acontecendo em suas telas.

– Em troca disso, certamente verá outras envolvidas em conversações enriquecedoras com um amigo, um parente ou mesmo um desconhecido.

Uma reunião, um encontro com alguém, uma conversa inesperada que quebre nossa rotina e nos convide a desfrutar mais da vida.

– Embora as pessoas sejam obrigadas a cumprir horários, é necessário ser flexível e criativopermitindo certas liberdades, certas concessões.

– As rotinas se quebram permitindo que sejamos receptivos com os que nos rodeiame, acima de tudo, deixando-nos ser levados pelas sensações e emoções que aquelas pessoas mais significativa de nossos círculos pessoais são capazes de infundir em nós.

O tempo desaparece quando compartilhamos momentos com pessoas especiais

Alguma vez isso já aconteceu com você? Às vezes, o tempo desaparece através das vias do inesperado quando estamos com alguém que faz dos pequenos, grandes momentos.

Nós não entendemos muito bem como eles fazem isso, mas as nossas preocupações desaparecem instantaneamente, quase que magicamente.

Explicamos a você a que isso se deve.

– Compartilhar o tempo com as pessoas que não nos julgam e nos permitem sermos nós mesmos, nos reafirma como pessoas.

– Estar com alguém capaz de relativizar os problemas, de mostra-nos o lado positivo das coisas exerce em nosso cérebro um efeito relaxante. Aparecem as endorfinas e aquela sensação de bem estar que tanto melhora a nossa saúde mental.

– As relações positivas atenuam o efeito do estresse e da ansiedade em nosso cérebro melhorando a química de nossos neurotransmissores.

– Nos sentirmos ouvidos, compartilhando momentos gratificantes onde os medos e preocupações são racionalizadas e aliviados e até mesmo desaparecem, nos permitindo lidar melhor com a depressão ou os estados de negatividade.

via Melhor com Saúde

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



DEIXE UMA RESPOSTA