Eu mereço tudo o que desejo e ninguém vai me dizer o contrário

Um ditado oriental diz que devemos ter cuidado com o que sonhamos, pois o desejo pode virar realidade. Não sei se isso é verdade, mas tenho a certeza de que não deixarei ninguém me dizer que não consigo alcançar tudo o que almejo e, muito menos, que não mereço a vitória.

Precisamos saber quem somos e também quem desejamos ser no futuro, pois isso é necessário para nos construirmos como pessoas. Parece um problema de fácil resolução, mas é muito complicado simplesmente descobrir o que queremos fazer da vida e começar a colocar as coisas em prática para chegar até lá. Para conseguir o sucesso, sem dúvidas é necessário ter metas a alcançar. Acredite! O que merecemos logo vai chegar.

“Nunca deixe que alguém te diga que você não pode fazer algo. Nem mesmo eu. Se você tem um sonho, tem que protegê-lo. As pessoas que não podem fazer por si mesmas dirão que você não consegue. Se quer alguma coisa, vá e lute por ela. Ponto final.” -Filme: À Procura da Felicidade-

Só eu sei o que mereço

Ninguém vai me conhecer melhor do que eu mesmo: somente eu sei o que vivi. Esse é o motivo pelo qual sempre peço que não me julguem. As experiências pelas quais passei são únicas e só minhas!

Quando a gente consegue se conhecer um pouquinho que seja, começa a estabelecer prioridades e agir conforme cada uma delas; marcamos os limites e descobrimos que gostamos de algumas coisas e odiamos outras. A partir desse momento, sabemos que precisamos aproveitar a vida ao máximo e que, quando nos permitimos merecer as coisas, acabamos atraindo tudo aquilo que precisamos.

Preciso daquilo que mereço e só posso consegui-lo depois de me dar a oportunidade de acreditar. Não quero na minha vida ninguém que me faça acreditar que eu não estou à altura das coisas que desejo. Quero aproveitar meus sonhos e ser grata pela vida!

Mereço tudo o que desejo

Você provavelmente já ficou várias vezes com a autoestima lá embaixo porque as pessoas acabaram criando toda uma situação para que isso acontecesse — muitas vezes elas conseguem nos deixar desanimadas sem nem mesmo tentar. Temos que aprender, o quanto antes, a nos permitirmos ser tudo o que podemos e queremos ser.

Diante das situações ruins, já pensamos e ouvimos — centenas de vezes — frases como: “Não mereço isso”, “Não preciso passar por isso”, “Não fiz nada para que isso acontecesse” etc. Porém, e se a verdadeira pergunta for: “Onde fica o limite entre aprendizagem e dor excessiva?”

Sempre tive a certeza de que é bem melhor olhar para as coisas do ponto de vista daquilo que estamos permitindo: se permitimos que algo que não acreditamos merecer acabe nos desgastando, estamos apoiando a ideia dessa falta de merecimento; e todos estamos aqui nessa existência para garantir que vivamos cada dia como realmente queremos.

Se me faz feliz, é ideal para mim

Não me conformo com as insuficiências da vida. Não aceito receber menos do que aquilo que realmente mereço. Não me contento com pouco: não quero o mais bonito do mundo, quero apenas as pessoas e as coisas que tornem o meu mundo mais bonito. Não preciso de alguém que me faça sentir o contrário.

Tudo bem que muitas vezes acabamos ficando cegos e enxergamos apenas o que está na superfície. Por exemplo: você está num relacionamento amoroso, mas familiares e amigos não conseguem aceitá-lo por pensar que você merece coisa muito melhor do que aquilo.

Nesses casos, a gente acaba se fechando para o mundo e não querendo escutar ninguém. No entanto, é muito importante ouvir as pessoas que nos amam de verdade, pois elas só querem o nosso bem. Por outro lado, nunca se esqueça da possibilidade de a inveja estar dando as caras.

“E seja feliz.
Mas não por ninguém.
Nem mesmo por alguma coisa.
Talvez com alguém.
Nada disso;
seja feliz porque, no fim das contas, isso é o que você merece.”
-Loreto Sesma-

Antes de qualquer coisa, preciso pensar o seguinte: é importante que eu seja feliz para que as pessoas ao meu redor também sejam felizes. Eu tenho que lutar pelo que mereço. Se me faz feliz, é ideal para mim!

Fonte: A mente é maravilhosa

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



DEIXE UMA RESPOSTA