“É tempo de viver sem medo”, Eduardo Galeano

Por Nara Rúbia Ribeiro

Em 2011 ocorreu, em Estoril, uma Conferência cujo tema era “Segurança”. Nessa ocasião, o escritor Mia Couto proferiu um festejado discurso, intitulado: “Murar o medo”.

Afirmou Mia Couto, dentre outras tantas verdades:
“Há muros que separam nações, há muros que dividem pobres e ricos. Mas não há hoje no mundo muro que separe os que têm medo dos que não têm medo.”

Ao encerrar sua fala, o escritor menciona palavras de Galeano:
“Os que trabalham têm medo de perder o trabalho. Os que não trabalho têm medo de nunca encontrar trabalho. Quando não têm medo da fome, tem medo da comida. Os civis têm medo dos militares e os militares têm medo da falta de armas e as armas têm medo da falta de guerras.”

E encerrou: “E se calhar, acrescento eu. Há quem tenha medo que o medo acabe.”

Vale, aqui, conhecermos integralmente as palavras citadas por Eduardo Galeano, na fala citada por Mia Couto.

via Conti outra

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



DEIXE UMA RESPOSTA