Diga tudo o que sente para esse alguém

Por Márcio Rodrigues

Não é sobre ser fácil, é sobre ser necessário.
Diga logo tudo o que sente para esse alguém que não sai da sua cabeça.
Resolva a parte da vida que depende de você. Não espere que o universo conspire a favor e favoreça com que cada peça se encaixe. Não espere nada do universo nem de ninguém. Apenas: não espere.

Dizer o que sente sempre será a melhor alternativa.

Provavelmente o seu receio seja o de ouvir o que não deseja. Esta chance é real. Mas ninguém sabe se o filme é bom mesmo se não assistir até o final.

Você tem acumulado tanta coisa dentro do peito. Só você sabe de tudo que já planejou, dos sonhos que já teve e de como já viu essa pessoa pelas ruas sem perceber que, na verdade, acontece que ela mora em cada um dos seus pensamentos.

As pessoas precisam saber quando alguém gosta delas.

Não exatamente para que percebam e sejam obrigatoriamente recíprocas, mas para que valorizem a coragem de se assumir o que sente, pois este é o fato: dizer a alguém o quanto gostamos desse alguém é um verdadeiro ato de coragem. Mas as pessoas precisam saber mais disso para que se torne comum e menos tenebroso de se conversar, afinal, é um assunto bom, o que não significa ser um assunto com desfecho justo. E o principal: quem hoje diz gostar de alguém, amanhã ouvirá o mesmo de outro alguém.

Diga o que sente não esperando que esse alguém diga sentir o mesmo, diga porque este já é um sentimento tão grande que não cabe mais no coração.

É preciso dividir um sentimento quando ele faz parte da vida de outra pessoa.

Diga sem artifícios, sem tentativas de sentimentalizar ou com chantagens de emoção, diga só porque é real. Diga da maneira que sente, da intensidade que sabe que tem sentido.

Digo tudo agora. Chame no Whatsapp. Chame no chat. Mande uma mensagem. Pegue um metrô e vá até a casa desse alguém. Combine de se encontrar no próximo momento livre dos dois. Nessa semana. Dê um jeito. Faça algo, só não faça nada. Não admita conviver com algo tão bom por alguém sem esse alguém saber. Diga para que os dias voltem a ser leves e para que os passos possam ser, de novo, mais confiantes. Diga para sair dessa vida instável em que um refrão beija os seus ouvidos desenhando uma história que está longe de ser real. Isso tudo te faz sentido?

Diga tudo o que sente para esse alguém. Diga que não explicar – não é preciso saber. Diga que não entende quando começou. Diga que sabe que isso pode assustar. Diga que não quer constranger. Só diga.

Até o melhor dos sentimentos apodrece quando é guardado demais. Isto é, tudo isso que é bonito vai começar a te fazer mal simplesmente porque você não conseguiu jogar para fora.

Eu sei que dá medo, mas vai te dar mais alívio, isso sim. Pode ter certeza.
O melhor final feliz que pode existir quando a gente conta para alguém o quanto gostamos desse é alguém, é o fim da angústia em nossos dias.

via Um Travesseiro para Dois

COMPARTILHAR
A Soma de Todos Afetos
Blog oficial da escritora Fabíola Simões que, em 2015, publicou seu primeiro livro: "A Soma de todos Afetos".



1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA