Cultivar a gratidão muda fisicamente o seu cérebro

Deixando as dietas da moda de lado, todos nós sabemos a fórmula básica para se ter uma melhor saúde física: alimentação saudável combinada com exercícios regulares. O mesmo pode ser dito para a felicidade. Claro, a saúde mental é extremamente complexa, mas um estudo feito por Shawn Achor, pesquisador de Harvard, mostrou que o bem estar no dia a dia pode ser melhorado com uma simples atitude: cultivar a gratidão.

Segundo Achor, “algo tão simples como escrever as três coisas que você é grato todos os dias durante 21 dias em um papel aumenta significativamente o seu nível de otimismo”. O estudo ainda mostra que a gratidão aumenta sua força de vontade, ajuda a mantê-lo calmo e pode até mesmo aumentar a moral de funcionários dentro de uma organização.

Este é seu cérebro sendo grato.

Um outro estudo, de uma equipe de pesquisadores de Universidade de Indiana liderada por Prathik Kini, recrutou 43 indivíduos que sofriam de ansiedade ou depressão. Para metade deste grupo atribuiu-se um exercício simples de gratidão — escrever cartas de agradecimento para as pessoas de seu convívio — e três meses depois todos os 43 exames cerebrais foram submetidos.

Durante a análise dos exames, os indivíduos participaram de uma tarefa de gratidão em que eles foram informados que um benfeitor havia lhes dado uma soma de dinheiro e foram questionados se gostariam de doar uma parte dos fundos para a caridade como uma expressão de sua gratidão. Aqueles que doaram dinheiro mostraram um padrão particular de atividade em seus cérebros, mas que não foi a parte mais interessante dos dados.

O que era? Os participantes que tinham concluído a tarefa de gratidão meses antes não só relataram sentir mais gratidão duas semanas depois de concluírem a tarefa do que os membros do grupo de controle, como também meses mais tarde, de acordo com a análise dos exames cerebrais.

O resultado é interessante para os neurocientistas, mas também é potencialmente útil para o resto de nós. Isso sugere que quanto mais prática você der ao seu cérebro de sentir e expressar gratidão, mais ele se adaptará a essa mentalidade.

Em suma, praticar a gratidão parece gerar um ciclo saudável em seu cérebro. E quanto mais você praticar isso em sua vida, mais feliz e mais bem sucedido provavelmente será.

Ou, como Kini resume a pesquisa: “Quanto mais você praticar a gratidão, mais você desfrutará de seus benefícios psicológicos.”

COMPARTILHAR
Matheus de Souza
Nascido numa cidadezinha do litoral de Santa Catarina no ano de 1989, Matheus é Internacionalista de formação, Escritor por paixão e Empreendedor por natureza. Ajuda fotógrafos a ganharem dinheiro através do Somos Fotógrafos e espalha design pelo mundo com o Projeto CR.U.SH.



DEIXE UMA RESPOSTA