Aprenda a fazer falta. Principalmente para quem sabe onde lhe encontrar

Ontem, conversando com uma amiga pelo WhatsApp, ela me contando sobre o fim de um relacionamento, me disse: “Vou sumir. Fazer ele sentir falta”. E concordei, pois embora essa seja uma artimanha arriscada, é uma das únicas que pode dar certo.

De vez em quando o único remédio é sair de cena para o show continuar. Aprender a ser ausência quando tudo já foi dito, cobrado, explicado. Deixar de ser insistência para ser abstinência.

Controlar os próprios impulsos pode parecer simples, mas é uma das coisas mais difíceis de se conseguir. Tanta alegria dando sopa lá fora e a gente teimando em se fixar na pessoa que foi embora.

É preciso entender que enquanto você insiste em checar os horários em que o outro “visualizou por último” no WhatsApp, muita vida está acontecendo e sendo deixada pra trás.

É claro que no início vai ser mais difícil _ não é de uma hora pra outra que o coração entende as mudanças de planos e estações _ mas aos poucos, bem aos poucos, a gente aprende a fazer falta.

Suma do mapa de quem sabe onde lhe encontrar e até o momento não se importou; pra quem teve todos os seus sorrisos e nunca valorizou.

Saia de cena de quem você ouviu inúmeros “nãos” e nunca acreditou; de quem pouco se relacionou e muito se cansou. Do afeto pequeno que tanto lhe recusou e você sempre aceitou.

Suma do mapa de quem vive com dúvidas e nunca lhe teve como certeza; de quem não aprendeu a remar junto e agir com gentileza.

Aprenda a fazer falta para quem já se habituou à sua presença e desaprendeu a sorrir quando você aproxima. Pra quem se esqueceu como é boa a sua companhia e prefere se refugiar numa vida fria.

Fazer falta é segurar o impulso de procurar, vasculhar, perguntar. É frear a vontade de entender o que não dá mais para explicar ou de justificar o que não merece absolvição.

Fazer falta é não ligar, não mandar mensagens, não digitar o tal endereço na barra de contatos do email. É sair para se distrair com os amigos, dar uma corrida no parque, respirar fundo e encontrar sentido na solidão. É orar para o pensamento acalmar, não bisbilhotar o perfil da pessoa no Facebook, deixar de postar as próprias fotos com a intenção de ser visto à distância. É desistir de parecer bem quando não está bem, é cortar o cabelo para renovar o espírito, é ficar bem longe do celular enquanto toma um copo de cerveja ou uma taça de vinho. É, acima de tudo, agir com esquecimento para quem sempre pareceu esquecer você.

Torço para que minha amiga consiga sumir. Para que, sumindo, ela descubra se realmente faz falta. Para que, sumindo, ela descubra o quanto sua presença é importante ou não. Sumir é uma estratégia arriscada, eu sei. Mas também define muita coisa mal resolvida. Também traz as respostas que buscamos e nem sempre encontramos.

Nem sempre as respostas serão aquelas desejadas, mas no fim nos libertam a prosseguir com mais certeza, clareza… e amor próprio.

Para adquirir o livro “A Soma de Todos os Afetos”, de Fabíola Simões, clique aqui: “Livro A Soma de todos os Afetos”

COMPARTILHAR

RECOMENDAMOS




Fabíola Simões

Nasceu no sul de Minas, onde cresceu e aprendeu a se conhecer através da escrita. Formada em Odontologia, atualmente vive em Campinas com o marido e o filho. Dentista, mãe e também blogueira, divide seu tempo entre trabalhar num Centro de Saúde, andar de skate com Bernardo, tomar vinho com Luiz, bater papo com sua mãe e, entre um café e outro, escrever no blog. Em 2015 publicou seu primeiro livro: “A Soma de todos os Afetos” e se prepara para novos desafios. O que vem por aí? Descubra favoritando o blog e seguindo nas outras redes sociais.

48 COMENTÁRIOS

  1. Preciso urgentemente seguir esse caminho do desaparecimento Fabíola!! Nossa como preciso!!
    Mas é tanto Amor envolvido, em tantos anos, 15. Que em meio várias tentativas frustradas e voltando de cada uma pra estaca zero, vc se pergunta? Pq se permitir a viver desta forma?

  2. Concordo plenamente, adorei abordagem do texto, é uma estratégia sábia, desapegar de coisas ou pessoas que não se importam conosco, e dentro do possível dar a real importância a coisas e pessoas. Lembrando sempre de que tudo depende da importância que depositamos.

  3. Nada a ver, Dauiz. Como fala no texto, se depois que a pessoa fez tudo isso, o outro não valoriza , o q resta é sumir mesmo. Afinal, o outro já demonstrou que não faz questão. Se ele gostar mesmo ele vai atrás. Sabe aquele história de dar ausência pra valorizar a presença? Poise.

  4. Maravilhoso, me ajudou muito. Nunca fui valorizada pelo meu namorado, terminei ontem e vou sumir tbm. É a melhor escolha para quem nunca se sentiu amada por aquela pessoa verdadeiramente. Quero redescobrir a vida que eu perdi enquanto olhava para quem não olhava de volta pra mim. Parabéns pelo texto, um grande abraço!

  5. MUITO BACANA MESMO , A MINHA EX SEMPRE FOI INDIFERENTE AO MEU AMOR ,ELA SEMPRE QUIS BOTAR CONDIÇOES, EA ME DEIXOU A TRES MESES , AINDA SOFRO POIS EU A AMO E BUSQUEI MUITO PROCUREI VARIAS VESES, DE UM TEMPO PARA CA EU DEIXEI DE PROCURAR MAS AI ELA COMEÇOU A MANDAR ZAP , COM CONVERSAS SEM SENTIDO , AI EU CAIA NO ERRO DE DAR ASSUNTO ACHANDO QUE ELLA ESTAVA ME QUERENDO DE VOLTA E ME DEPARAVA COM A INDIFERENÇA , EU NAO FALAVA MAS AI MAS UNS DIAS ELA ME PROCURAVA DENOVO E ASSIM TEM SIDO ATE ONTEM , SINCERAMENTE EU NAO ENTENDO POR QUE ELA VIVE ME PROCURANDO MAS LOGO EM SEGUIDA ME TRATA COM UM VAZIO , ONTEM DECIDIR SUMIR BLOQUEEI NO ZAP , NO FACE E MUDEI DE ACADEMIA, PARA NAO SER VISTO , VOU SUMIR E CUIDAR DE MIM ,MAS AINDA FIQUEI SEM ENTENDER POR QUE ELA AINDA ME PROCURA SE NAO ME AMA MAS COMO DIS ,

    • Amigo, todas as respostas só são ditas com o tempo. Cuide de você pois a sua parte já fez. Agora é caminhar e juntar os caquinhos. Se for pra ser uma hora as coisas se acertam. Não é facil mas é a vida. :/

    • Meu amigo aconteceu o mesmo comigo aqui. 18 anos de relacionamento que foram pra lata do lixo este ano. Algumas conversas depois disso, mas a pessoa parece que vem nos procurar só pra ver se ainda mora dentro de nós. É como se fosse um pedaço de carne no freezer que quer saber se está lá, e quando assim desejar pega de volta. Ouvi em um vídeo do canal ponto de vista no Youtube que isso é o subconsciente da pessoa. Não esteja disponível, suma e se valorize. Tenha a consciência tranquila, continue cuidando de si e siga adiante, eu sei que falar é fácil e estou passando pelo mesmo…. as pernas doem e o corpo sente mas siga mesmo assim no ritmo que puder. Boa sorte aí pra você!

    • Ela te procura porque vc é um jogo para ela. Ela te procura porque quer testar se vc gosta dela ainda e se ela ainda tem poder sobre você. Todos nós gostamos de ter poder sobre alguém, mesmo que esse alguém seja alguém de que supostamente achamos insuficiente para nós. Pessoas assim são imaturas e insuficientes para elas mesmas. Possuem autoestima baixa e não conseguem ser o que gostariam de ser. São pessoas que precisam se sentir melhores que alguém. Então, ela te procura para ver se ainda exerce fascínio sobre você. Quando percebe que sim. Some porque fica chateada em saber que você, no ponto de vista dela é um “fraco” que gosta dela ainda. Afinal, nem ela gosta dela como você pode gostar? beijos

      • Amigo Marcelino, meu caso é parecido com o seu, quando resolvo sumir, ela envia mensagens no Zap com assuntos com não tem nada a ver com o relacionamento. Eu gosto muito dessa pessoa, mas simplesmente ela ignora minha existência e me trata com frieza e indiferença. Mas o correto é fazer o que a amiga colocou no texto acima. Quem sabe valorizado a nós mesmos, poderemos fazer com que a pessoa nos enxergue de outra forma e nos valorize

  6. Recentemente acabei um relacionamento de muitos anos e na semana passada decidi “sumir” e fiquei me questionando se estava fazendo o certo ou se teria “dado um tiro no meu pé”, mas após ler o seu texto percebi que estou no caminho correto.
    Fui às lágrimas ao lê-lo, é exatamente isso que estou vivenciando.
    Fabíola MUITOOOOOO obrigada pelos seus textos recheados de verdade e sensibilidade, hoje o meu coração está mais sereno após ler essa preciosidade.
    Parabéns pelos seus textos e pelo site, precisamos de mais pessoas como você.

  7. Gosto muito de seus textos Fabíola! Nossa me ajudam muito a encontrar uma explicação sobre os problemas que enfrento em minha vida.
    Abraços!

  8. Tinha um namorado que dizia que me amava, sempre teve uma amizade sei lá o que com uma ex de adolescência ( obs: ele veio morar em Sp ano 2012 e ela ficou em Recife). Aqui ele namorou uma outra pessoa em 2013, mas não entendo o porque ele sempre teve contato com essa outra ex. Toda vez que ele ia de férias para a terra dele, essa pessoa o procurava. Ano depois 2016 eu o conheci e começamos a namorar depois de muita insistência dele. Tudo ia muito bem até demais, até a ex da adolescência resolver a curtir tudo dele e de todos da família dele, tentando uma aproximação. Descobrir que ela andava de papinho. Ele “jurou” que não tinha maldade na conversa. Ele viajou pra terra dele por poucos dias contudo ele mais a frente teria que voltar pra cidade dele, e aí que ela começou a comentar todas as fotos dele na cara de pau. Brigamos por causa dela, ele não quis bloquear nem limitar as postagens dela então terminei.
    Terminei em uma dia no outro ele tava lá chamando ela de minha linda em uma rede de postagens de fotos e vídeos. Limitou as publicações do face para mim e me excluiu de outra rede. Enfim, resolvi sumir, excluí ele do face e bloquiei no whats. Passaram- se dias não tinha mais nenhuma curtida nem comentário dele na dita, e ele me procurou.
    Contudo, tarde demais ele já estava indo embora. Pediu pra voltar no tempo, e que eu não saia da cabeça dele, que eu morava no coração dele. Será isso pq a pivô da separação já estava de graça com outro para chamar atenção dele. Enfim, talvez eu tenha feito falta para ele. Porém, só ele e DEUS para saber. Sigo embora com saudade e machucada seguindo os rumos da minha vida.
    Talvez ela seja o amor da vida dele, e tenham uma história para continuar. Já que desde a vinda dele para São Paulo ela foi motivo de brigas para as namoradas dele.

  9. Mto bom ler textos assim nos fazem refletir ,estou passando por uma fase dificil : a exatamente um ano conheci uma pessoa ,fomos ficando todo final de semana ,mas percebi que aos poucos ele estava diferente,nao me apresentou para a familia nem queria conhecer a minha,mas me procurava todo final de semana para ficarmos juntos deixava até os amigos de lado para ficar comigo.Mas neste final de semana tinha uma festa de dois dias onde eu sabia que ia rolar mto agito ,gente solteira e como eu trabalho no sabado de manha só poderia ir no sabado a tarde ,ai brigamos porq ele teimou e foi ainda na sexta a noite com os amigos,alugaram uma ksa na cidade da festa e eu havia deixado claro que iriamos brigar se ele fosse na sexta feira e mesmo assim ele foi,me dizendo para ir no sabado a tarde la cm eles,desde entao eu resolvi “sumir do mapa “tbm ,por mais que esteja sofrendo e goste mto dele ,eu sei que nao mereço isso,apesar de estar o tempo todo esperando uma msg dele tenho que ser forte para nao voltar a mesma situaçao e continuar sofrendo por alguem que vive bem sem mim que sabe onde me encontrar e nao o faz.

  10. Esse texto é uma das coisas que eu realmente precisava ler hoje(e talvez todos os dias).
    Precisamos mesmo aprender a fazer falta, a não estar disponível num simples estalar de dedos.
    As pessoas se acostumam com essa “facilidade” e nunca dão valor aos sentimento alheios…
    Como o próprio texto fala, é uma estratégia arriscada, mas também é a única forma de obtermos respostas, mesmo que essa resposta venha no silêncio e a falta de procura do outro…

    Adorei seu texto, Fabíola!
    Tenho seguido esses e muitos outros da página. Suas palavras têm me ajudado muito!
    Um abraço.

  11. Que reflexão tão intensa. Estou a viver um momento na minha vida tão penoso.
    Envolvi-me com uma mulher comprometida, tudo deu em muita cumplicidade, muita intimidade e eu deixei-me levar pelas emoções acabando por me apaixonar e amar como nunca tinha amado. Ela fez a escolha dela, ficar com quem está, mas deixando sempre transparecer que da forma como gostava de mim, não era uma história terminada. Agora está muito difícil, sinto-me tão imaturo a lidar com isto, doi tanto. Preciso mesmo saber como me afastar, tendo a consciência de que nunca mais será a mesma coisa. Aquela velha história de não sabermos o dia de amanhã, não faz sentido nenhum agora, neste momento.
    Eu disse que me ia afastar, claro que ficou magoada, mas eu quero mesmo é que ela tenha um flash e desejava que encontrasse no coração e na mente, que sou eu quem ela quer. Parece-me que, se não me procurar, tudo fica definitivamente esclarecido na minha cabeça e o assunto morreu.
    Lamento tanto, mas tanto não resultar com a mulher que mais adorei e amei. 🙁

  12. Achei muito legal !Tenho uma amiga que é casada e começou a se envolver com um
    Colega machista que era separado ,ele começou a se envolver e fugiu Dela , ficou com medo !O ser humano é muito complexo!!!! recomendei seu livro a ela !Ela não está nem aí , tentei explicar que homens Ainda que machistas são seres humanos !!!! Temos que nos posicionar !Envikver com pessoa comprometida não é boa ideia!

  13. O texto é lindo e bom pra pensar nesse momento é tudo que eu preciso fazer depois de brigar, pedir explicações exigir e de nada adiantar. O jeito é sair de cena pior que tá não fica. Pelo menos vai doer menos

  14. Estou vivendo uma situação muito ruim, são 13 anos de relacionamento. Conheci ele eu tinha 17 anos e ele 26. Ele nunca tomou atitude para nada. Sempre tem uma desculpa. Chamei ele para comprar um apartamento e ele recusou disse que não ia ser bom, que o bairro era distante que não dava para gente acostumar, enfim comprei o imóvel sozinha e mobiliei sozinha. Com tudo pronto ele fica lá quando ele quer e quando não quer vai pra casa dele. Disse que não pode morar comigo, pois não vai sair da casa dele para ser sustentado por mim. Que não possui uma estabilidade financeira etc e etc.
    A dois meses em um exame de rotina descobri um câncer no útero, e ando realmente muito estressada e confusa, pois estou indo em vários médicos e não consegui definir qual a melhor forma de tratamento para o meu caso. Ando trabalhando muito e muito cansada também. Contei pra ele o que ocorreu comigo ele me acompanhou por duas vezes no médico. Mas se afastou de mim completamente. Neste ultimo domingo de pascoa achei que ele fosse me ver, ele simplesmente não apareceu. Resolvi ligar e desabar sobre tudo o que eu sentia em relação a forma com que ele me tratava e ele simplesmente concordou. Disse que era isso mesmo e desligou o telefone na minha cara. Eu até retornei algumas vezes passei algumas mensagens, mas ele simplesmente se recusa a me responder ou me atender. Sabe nesses 13 anos juntos ele passou por uma doença grave e eu fiz o que pude e o que não pude para ajudar a ela a se curar. Eu estou muito triste e não consigo acreditar que ele se afastou de mim por causa da minha doença. Ou será que não foi por isso. Eu quero sumir , mas me sinto sem forças pra isso. Me sinto usada sabe.

  15. O MESMO VEM ACONTECENDO COMIGO A 3 ANOS , MEUS RELACIONAMENTO VAI E VOLTA E DESSA VEZ ELE FOI SEM DAR MOTIVO. EU NAO ENTENDI O PORQUE , ESTAVAMOS BEM ONTEM E HOJE ME BLOQUIOU EM TUDO. SEM SENTIDO

  16. Eu e meu namorado, tivemos várias brigas, muitas por conta do jeito de ser dele, que é basicamente o que vemos no mercado atualmente: quando tava te conquistando, te mandava bom dia, perguntava do dia, puxava papo no whats… Com o tempo foi ficando mais distante… já não dava muita satisfação..Daí me batia aquela insegurança básica. Tivemos várias brigas feias e chegamos a nos separar umas três. Na última eu dei um gelo de 3 semanas e funcionou, na atual eu tô com muita ansiedade, tive problemas no trabalho e isso me afetou muito, da ultima briga até a atual, ficamos apenas três semanas juntos e foi fantástico…. ele dizia que me amava, me deu um presente de páscoa criativo, mas tive uma baixa de auto estima e isso nos abalou… e cá estamos quase duas semanas separados… dessa vez foi diferente, exclui ele do face, do whats… depois de uma semana puxei assunto, expliquei… mas ele continua fazendo cu doce… está fechando a segunda semana e eu definitivamente vou dar um gelo… como da outra vez… pq se ele não quiser, vai ter quem queira…

  17. Ah como essa carapuça me serviu…precisamos fazer falta para sermos lembrados. E se não formos lembrados é pq não vale a pena. O mundo precisa de muito amor, mas as pessoas precisam aprender a se amar antes de amar a outro.

  18. …é bem por aí mesmo esse texto. Esclarecedor e ao mesmo tempo mexe com nossos valores pessoais sobre valorizar e a tomar atitudes que nos façam mudar o foco da pessoa que simplesmente nos está ignorando. Obrigada e que Deus continue lhe ajudando através das linhas (escritas), chegar até nós. Grande abraço

  19. Excelente dica sobre emagrecimento, estou precisando de incentivo e muita força de vontade e conseguir encontrar aqui no seu artigo, muito obrigada, vou colcoar em prática e ver se vou conseguir obter os melhores resultados possíveis. Obrigada.

  20. Me senti completamente pelado lendo esse texto, de tão revelador.

    O maior problema é seguir esses passos, a gente sempre sabe, lá no fundo, com o tal do sexto sentido que ninguém parece se importar em sentir.

    Parabéns.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here